Muito se fala da crise econômica que o Brasil vem enfrentando. Basta assistir qualquer telejornal, jornal impresso, revistas e sites pela internet. Desempregos, diminuição da renda e empresas que fecham as portas. Mas, o que fazer em tempos de crise? Qual negócio seria rentável?

Mesmo em tempos de crise, muitos segmentos de #Negócios se destacam. Não é porque a crise os fez melhorar, e sim porque alguns segmentos não são afetados por ela.

Enquanto muitos estão pessimistas, alguns empreendedores conseguem enxergar oportunidades para iniciar um novo negócio.

Um dos segmentos que mais tem se destacado é o de cosméticos e perfumaria.

Publicidade
Publicidade

Só em 2014 esse setor faturou mais de R$101 bilhões. Muitas empresas hoje estão apostando na modalidade de venda direta. Com um pequeno investimento inicial, qualquer pessoa pode se tornar um consultor (a) independente de vendas de cosméticos e perfumaria. Algumas empresas chegam a oferecer 100% de lucro na venda de apenas um produto. Além da rentabilidade, ainda tem o horário flexível, sendo assim uma oportunidade até mesmo para quem está empregado e precisa complementar a renda.

Outro ramo de negócios rentável é a compra e venda de carros e motos usados. Com a crise e as taxas de juros lá em cima, muitas pessoas têm optado por não comprar um carro ou moto 0 KM. Muitos empreendedores viu a oportunidade de tornar sua renda principal ou extra dessa forma. Compra um carro ou moto mais barato, usa os classificados da cidade para divulgar e fechar a venda.

Publicidade

O cuidado é de ter noção quanto ao valor de mercado do carro ou moto, para não “encalhar”.

Outro segmento que não é atingido pela crise, é o setor de alimentação. A moda agora são os Food Trucks, que surgiu em Nova York em meio à crise de 2008. O mais interessante desse negócio é a flexibilidade de local. Esse segmento tem um custo maior para implementação, mas se você conseguir cair no gosto dos clientes, o negócio se torna bastante rentável.

A dica é: ao optar por qualquer ramo de negócios, faça antes um estudo de mercado e faça um plano de negócios que seja compatível com o dinheiro que você está disposto (a) a investir.

E você, enxerga como oportunidade qual ramo de negócios? Deixe seu comentário. #Crise econômica #Crise no Brasil