Em tempos de #Crise, um dos maiores erros é continuar tentando levar a vida com o mesmo ritmo de gastos. Com a economia em baixa e desemprego em alta, alguns hábitos que se tem precisam ser revistos para que ninguém afunde em um mar de dívidas.

Alguns gastos nesse momento precisam de atenção, para que sejam cortados ou reduzidos.

Pensando nisso, separamos algumas #Dicas que poderão ajudar a economizar e passar pela crise de forma tranquila:

Gastos com telefonia e internet: em tempos de crise, sempre é bom rever e analisar seu plano atual de telefone e de internet e compará-los com os planos de outra operadora. Nesse momento, muitas operadoras também focando no momento de crise, oferecem descontos e promoções para não perder os seus clientes.

Publicidade
Publicidade

Faça uma cotação com duas ou três operadoras para saber se seu plano não está com preço acima dos praticados pelos concorrentes.

Gastos bancários: aquele bom status de cliente no banco pode estar lhe custando caro. Não adianta ser um cliente com status “vip” se não sobra dinheiro para movimentar a conta. Veja quais são os benefícios incluso no seu pacote de serviço e faça uma análise se realmente é necessário mantê-los.

Cartão de crédito: de que adianta ter dois, três ou quatro cartões de crédito se não vai usá-los? Os gastos com anuidade dos cartões podem parecer mínimos, mas em muitos casos são desnecessários. Opte por ter um cartão sem anuidade ou então cancele os demais que não vai utilizar.

Restaurantes: que comer fora de casa custa mais caro, todo mundo sabe. Mas às vezes, pela facilidade, optamos por deixar de comer em casa para comer fora.

Publicidade

Para diminuir as idas ao restaurante, opte por fazer pratos diferentes em casa e novas receitas. Assim nem se lembrará daquele restaurante que tira boa parte do seu dinheiro.

Carro financiado: se seu financiamento está lhe apertando, o ideal é vender o carro e comprar um mais barato sem necessidade de financiamento. Além de se livrar do financiamento, os custos de manutenção, IPVA e seguro de carros mais baratos são menores.

Produtos marca própria: muitas redes de supermercado têm seus produtos marca própria. São produtos de limpeza, alimentos embutidos, conservas, etc. Esses produtos muitas vezes são fabricados pelas grandes indústrias, fabricantes de grandes marcas. Por não ter royalties sobre a marca do produto, o preço é bem mais em conta sendo o mesmo produto da grande marca.

As mudanças podem parecer drásticas, mas não se desespere. Tudo é temporário e quando a crise passar, você poderá reverter e voltar a desfrutar de tudo novamente. E pensando por outro lado, quando a crise passar, você também poderá continuar no mesmo ritmo ao qual se adaptou e economizar mesmo na época das “vacas gordas”. #Crise no Brasil