Já imaginou fazer suas refeições em um avião-restaurante? Isto logo será possível na cidade mineira de Poços de Caldas. Essa é uma forma alternativa que um empresário mineiro idealizou com o intuito de atrair clientes para seu negócio, um restaurante em um avião desativado.

Thiago de Oliveira irá construir um restaurante, em uma carcaça de avião, na cidade de Poços de Caldas-MG. O empreendimento atípico visa chamar a atenção dos milhares de turistas que visitam a cidade nos finais de semana e, com isso, espera ser mais uma das tantas outras atrações turísticas da cidade.

Thiago adquiriu a carcaça de uma aeronave DC-8 de 45 metros de comprimento, que se encontrava em cemitério de aviões no aeroporto de Viracopos, Campinas-SP.

Publicidade
Publicidade

O avião é maior do que o Boeing 737-200 que mede 30 metros, que foram leiloados pela falida empresa aérea VASP, em São Paulo.

Segundo o empresário, o empreendimento ficará pronto antes do final de 2016 e será o maior restaurante construído em uma carcaça de avião do Mundo. O valor da aquisição da aeronave, ele não revelou, porém, a despesas com o transporte já superou R$250 mil. Onze carretas foram contratadas pelo empresário para transportar o avião de Campinas-SP para Poços de Caldas-MG.

O restaurante terá capacidade para 300 pessoas sentadas, sendo que 90 lugares dentro da aeronave. E será construído estrategicamente na entrada da cidade, tudo isto para atrair mais visitantes.

Outros empreendimentos parecidos já funcionam em várias partes do mundo. Um Boeing 737-200 serve de restaurante no Reino Unido e outro no Canadá, filial do Mcdonalds.

Publicidade

O protocolo do novo recorde já foi enviado ao Guinness Book, garante Thiago, e tão logo sejam concluídas as obras eles irão analisar o caso.

Em tempo de crise, as ideias alternativas começam a surgir e, com certeza, empreendimentos como o de Thiago de Oliveira atiçam a vontade nas pessoas em conhecer o novo.

Por isso, em vez do pensamento pessimista, tente reverter sua cabeça para algo que mude o estado natural e faça as pessoas olharem as coisas de outro ângulo, uma dessas maneiras é inovar. #Desemprego #Inovação #Crise econômica