Os trabalhadores do mundo da comunicação estão vivendo dias mais felizes no Rio de Janeiro. Isso porque a juíza do Trabalho, Joana de Mattos Colares, deu decisão favorável ao Sindicato dos Radialistas do Rio de Janeiro, que entraram com uma ação trabalhista coletiva contra a emissora de Edir Macedo, a TV Record. A sentença foi publicada nesta terça-feira, 16, e determina que em 20 dias a emissora recontrate todos os 600 empregados demitidos do RecNov, centro de produção do canal no Rio, de Janeiro. 

No processo de número 0011775-032015.5.01.0044, a juíza sentenciou ainda uma multa, caso o canal não cumpra com a decisão. A Record precisará pagar R$ 500 por dia para cada empregado demitido que não for recontratado.

Publicidade
Publicidade

A multa será paga aos próprios trabalhadores demitidos. A emissora também precisará notificar o Sindicato dos Radialistas para cada nova demissão. A Record também será novamente multada se demitir muitas pessoas de uma vez. Qualquer demissão considerada fora dos padrões também virará alvo de análise. 

Em entrevista ao jornalista Flávio Ricco nesta quarta-feira, 17, Sérgio Ipoldo, representante do Sindicato dos Radialistas de São Paulo disse que a mesma ação já foi feita na #Justiça paulista e terá como objetivo reverter demissões realizadas na Barra Funda, sede do canal. A Record ainda não foi notificada sobre a decisão em São Pão Paulo e, por isso, preferiu não se manifestar. 

Ao todo, só no RecNov, no Rio de Janeiro, quase 600 funcionários foram demitidos em um único dia. O local passou a ser alugado pela Casablanca, produtora que prometeu terceirizar os serviços de dramaturgia e o programa da apresentadora Maria da Graça Xuxa Meneghel.

Publicidade

Caso a terceirização desse certo, a emissora já tinha planos para fazer o mesmo em São Paulo. Até mesmo o setor de jornalismo poderia passar pela temida terceirização.

Caso a decisão não tenha novas etapas na justiça, o objetivo da Record em gastar menos para suas produções não terá dado certo. Uma vitória que merece ser muito comemorada.  #É Manchete! #Rede Record