O ano já começou, mas nunca é tarde para mudanças. Se você não planejou iniciar um negócio próprio durante o ano de 2015, mas está com uma vontade incontrolável de empreender, realizar seus sonhos e construir um legado, nós ainda podemos passar algumas dicas de como fazer isso dar certo.

Segundo a maioria dos especialistas, 2016 será um ano difícil para quem quer investir no próprio negócio, mas como em toda crise, surgem, sim, muitas oportunidades. Mas o mais importante é estar preparado e sabendo tudo sobre o setor que você deseja iniciar um trabalho. Conversar com pessoas que já estão no ramo, pesquisar e ter um bom plano estratégico é fundamental para se manter no mercado e sem prejuízos.

Publicidade
Publicidade

Especialistas como o professor da BSP - Business School São Paulo, Alessandro Saade, o CEO da Concrete Solutions, Fernando de la Riva e o professor de empreendedorismo do Inser Marcelo Nakagawa deram dicas para quem quer deixar de ser empregado e abrir seu próprio negócio.

Food Trucks

Se você tem um bom capital para iniciar o negócio e gosta de poder trabalhar em diferentes lugares todo dia, talvez essa seja uma oportunidade de ouro. Se em 2015 os food trucks foram a sensação do momento, os que decidirem iniciar em 2016 vão colher bons frutos. A tendência é que esse ano o setor continue crescendo e o número de carros de comida na rua cresça. Mas é importante lembrar que em momento de crise, o brasileiro sempre opta pelo preço mais baixo. 

A dica é apostar na qualidade, oferecer produtos inovadores, mas sem esquecer de colocar preços razoáveis.

Publicidade

E talvez pensar em trabalhar com trucks em outros segmentos, não só na parte de alimentação.

Microfranquias

O olhar para o empreendedorismo está cada vez mais forte no Brasil. Muitas pessoas estão procurando uma forma de abrir seu próprio negócio, seja por necessidade ou pela oportunidade que surgiu em meio a crise. E para quem tem um baixo capital, as microfranquias são uma boa opção. Com o número grande de demissões, a ideia é pegar parte do dinheiro recebido e investir em um segmento que o empreendedor conheça e goste para não ter problemas futuramente.

Bônus ao leitor: Vendas Diretas

Uma outra opção fantástica para quem procura algo com baixo investimento e sem muitos riscos. O Brasil já ocupa o 3º lugar no ranking mundial de vendas direitas e tem grandes chances de chegar ao topo com o passar dos anos. O mais legal do setor de vendas diretas é que ele vem atrelado quase sempre ao Marketing de Rede e possibilita o crescimento dentro da empresa e pode dar ao empreendedor a oportunidade de conquistar a liberdade financeira. Existem empresas de muita credibilidade que atuam no Brasil: Mary Kay, Jeunesse Global, Natura, Avon, Polishop, Hinode, Herbalife, entre outras.

Sempre quando falamos em vendas diretas é importante alertar que é necessário realmente trabalhar para alcançar bons resultados. 

Quem quiser mais in

. #Negócios #Vagas