A microfranquia é uma opção para pessoas com perfil técnico ou de gerente. Ela se equipara a uma oportunidade de substituição do emprego. Em vez de estar em uma empresa trabalhando, o franqueado poderá desempenhar essas funções na própria casa. Ele pode também projetar e sair da realidade de microfranquia. Poderá ter várias unidades no país ou migrar para uma franquia tradicional. A microfranquia pode ser a saída para o desemprego no país.

Dedicação e disposição para trabalhar são quesitos fundamentais para quem tem vontade de se aventurar nesse trabalho. O que é autonomia na microfranquia é total envolvimento da pessoa.

Publicidade
Publicidade

Ela vai passar a fazer o trabalho em tarefa de empreendedorismo. Muitas vezes nem tem funcionários ou tem muito poucos. O IBGE  divulgou na última terça-feira dados referentes ao número de desempregados no Brasil no ano de 2015 - a microfranquia pode ajudar nessa época de crise.

Com o desemprego crescente, uma consequência da crise, essa foi uma solução encontrada pelas pessoas, principalmente por parte da classe C, representando cerca de 57% das pessoas do país que ganham entre quatro e dez salários mínimos, que é a que está sofrendo mais com o desemprego.

Assim, com o dinheiro que recebe da rescisão contratual, parte para o próprio negócio. Chamada de micro por ter um investimento baixo, até R$ 80 mil reais, esse tipo de franquia atrai o pequeno empreendedor. Apenas de 2013 para 2014, a modalidade cresceu 12,8% e, hoje, das 2.942 redes franqueadoras existentes no Brasil, 433 são micro franquias, conforme últimos dados da Associação Brasileira de Franchising.

Publicidade

#Dicas PARA COMEÇAR BEM O NOVO NEGÓCIO

Para começar bem o novo negócio, é necessário que o franqueado evite misturar a conta bancária pessoal com a jurídica. Outra dica muito importante é não ter ilusão, não esperar lucros altos logo no primeiro ano do trabalho na microfranquia. Para seguir isso à risca, o caixa da empresa deve ser reservado para gastos da empresa, onde a margem de lucratividade média deve ser aproximadamente 8% nos primeiros doze meses. Aqueles que esperam 20% de lucro, já no começo do negócio, acabam decepcionados e desanimam.

O mais interessante é que existem diversas áreas de atuação, inclusive, para aqueles que só possuem o registro de Micro Empreendedor Individual, que desejam trabalhar somente meio período do dia. #Crise econômica