O #Governo do presidente interino #Michel Temer acaba de ganhar um importante aliado para seu governo, o FMI. O Fundo Monetário Internacional acaba de publicar uma nota elogiando as medidas econômicas impostas por Michel Temer, nas suas primeiras semanas como presidente do Brasil.

Novas medidas do governo de Michel Temer ganha aliados internacionais

O FMI é responsável por manter um equilíbrio econômico mundial, e já ajudou muitos países a enfrentar crises econômicas, inclusive o Brasil. O porta-voz da organização declarou que foram positivas as medidas econômicas que Michel Temer realizou.

O presidente em exercício reduziu os ministérios, anunciou cortes em diversas áreas e está reformulando todo o governo, que tinha os moldes do PT.

Publicidade
Publicidade

O Partido dos Trabalhadores exerceu por treze anos o mandato de presidente através de três mandatos e meio, por Lula e Dilma Rousseff.

O FMI aposta no investimento da macroeconomia no Brasil, e orienta o país em investimentos que são realizados. A organização aponta medidas a fim de reconquistar os investidores internacionais e recuperar a confiança e a credibilidade que o Brasil possui em todo o mundo.

Economia do Brasil é elogiada pelo FMI

O ex-presidente Lula indicou Meirelles para ocupar a Casa Civil para Dilma Rousseff, no entanto, na época, Dilma não acatou a sugestão de Lula. O economista acabou por assumir a pasta no governo de Michel Temer, compondo, assim, o governo dos novos ministros indicados pelo novo presidente em exercício.

Meirelles, o novo ministro da Casa Civil, apontou que as medidas mais severas que serão praticadas no governo Temer só serão aplicadas após o balanço realizado do governo anterior.

Publicidade

O ministro aponta para a realização de auditorias para saber a real situação da economia brasileira, e aplicar as medidas cabíveis para restaurar o país, que passa por uma #Crise econômica e política aguda.

Dentre as diversas medidas, o governo de Michel Temer estuda aumentar a idade mínima de aposentadoria compulsória para 65 anos de idade.