O Mercado Forex é um mercado de câmbio (compra e venda) de moedas e é administrado pelos Bancos Centrais em conjunto com os grandes bancos privados do mundo através de uma grande rede interligada.

Porém não existe uma sede “física” do Forex, como a BOVESPA (Bolsa de Valores de SP) a NYSE (Bolsa de Nova Iorque), ou seja, o Mercado de Forex não possui um Escritório Central, ele é formado por esta grande rede de bancos interligados. Este mercado é imenso e com uma alta liquidez, movimentando diariamente entre quatro e cinco trilhões de dólares.

Para investir neste segmento, o pequeno investidor deve utilizar uma Corretora, que deve ser devidamente regulamentada para operar e trabalhar com este tipo de investimento, proporcionando uma segurança para o cliente.

Publicidade
Publicidade

A escolha da Corretora deve ser feita de uma forma criteriosa, com muito cuidado para evitar aborrecimentos futuros, imagine um investidor que trabalha durante meses e consegue, através de suas negociações, um bom lucro na sua conta e na hora de efetuar um saque a Corretora não autoriza o seu pedido de retirada?

Uma boa Corretora deve ser confiável, ter solidez no mercado e inspirar confiança para o cliente para que ele se sinta seguro ao negociar.

É perfeitamente possível você ser rentável no Mercado de Forex. Trabalhando em sua casa, na comodidade do seu próprio lar, você pode operar a sua conta através de um computador conectado à internet e fazer todo o serviço de forma remota.

Existe toda uma mística em torno do Mercado de Forex, que é um mercado arriscado, podemos até dizer que sim, é um investimento de alto risco, mas você tendo o estudo necessário, fazendo as análises diárias do mercado, tendo um controle de gestão de banca, é perfeitamente possível ter um rendimento fixo mensal através das suas operações de compra e venda de moedas no Mercado Forex.

Publicidade

Finalmente gostaríamos de dizer que recomendamos sim as negociações no Mercado de Forex, com responsabilidade e dedicação você vai se surpreender com os lucros obtidos! #Dicas #Crise econômica #Empregos