A famosa empresa Philips inaugurou no dia 20 de junho sua nova sede de tecnologia na cidade de Blumenau, em Santa Catarina, sob o conceito Philips Workplace Innovation. A empresa já tinha instalações na cidade, porém não em um ambiente integrado, onde todo os colaboradores pudessem interagir.

Buscando essa maior interatividade, que consequentemente traz aumento de produtividade, de #Inovação e de motivação por parte dos funcionários, a empresa estruturou seu novo ambiente de 4 mil metros quadrados no bairro da Itoupava Norte, mais precisamente na rua 2 de setembro, que comporta em torno de 1000 funcionários.

Hoje já são mais de 600 colaboradores trabalhando neste ambiente colaborativo, com previsão de expansão nos próximos anos para no mínimo 800 colaboradores, com abertura de vagas como já divulgadas aqui e aqui, assim como em outras oportunidades.

Publicidade
Publicidade

“A inauguração desse prédio representa um momento muito importante para a Philips no Brasil, uma empresa com mais de 90 anos de história ao lado de médicos, gestores de sistemas de saúde e pacientes, desenvolvendo e criando inovações significativas para a vida das pessoas”, comentou Solange Plebani, gerente geral de EMR da Philips.

Sobre a Philips Blumenau

A Philips Blumenau atua em TI para saúde e bem-estar, com a elaboração de sistemas e equipamentos para a área de saúde que visam a integração completa de sistemas hospitalares para aumento da eficiência.

Um desses sistemas é o sistema Tasy, um software de gestão de saúde com tecnologia 100% brasileira capaz de atender as necessidades clínicas e administrativas de hospitais, operadoras de planos de saúde e bancos de sangue.

Mais de 850 hospitais e clínicas utilizam o Tasy e a expectativa é exportar esse software para fora do Brasil, em países como México, Índia e também países do Oriente Médio.

Publicidade

Com sede nos Países Baixos, o portfólio de tecnologia em saúde da Philips gerou em 2015 um faturamento de EUR 16,8 bilhões e emprega aproximadamente 69 mil funcionários em mais de 100 países. #Desenvolvimento Tecnológico