A Receita Federal liberou, a partir das 9h desta quarta-feira (8), a consulta ao primeiro lote de restituição do IR 2016, e também a consulta a lotes residuais referentes aos contribuintes que caíram na malha fina de anos anteriores.

Idosos, pessoas portadoras de doenças graves e deficientes serão os primeiros a receberem a restituição. De acordo com o Fisco, serão liberados um total de R$2,65 bilhões, destinados a 1.612.930 de contribuintes no dia 15 de junho.

Direito à restituição 

Para saber se você tem direito à restituição, acesse o site da Receita Federal ou ligue para o Receitafone 146. Ainda é possível realizar a consulta através do app que a Receita Federal disponibiliza para acesso em tablets e celulares.

Publicidade
Publicidade

Os contribuintes que tiverem dúvidas quanto à situação da declaração poderão consultar o Serviço Virtual de Atendimento (e-CAC) no site da Receita. Lá é possível consultar o extrato da declaração e verificar se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Caso seja identificado algum problema, a Receita Federal orienta que seja realizada a entrega de uma declaração retificadora.

Malha fina

A Receita informou, em abril, que 716 mil declarações já estavam retidas na malha fina do IR 2016 por apresentarem inconsistência das informações declaradas.

A omissão de rendimentos foi a principal causa de incidência na malha nos últimos anos, seguida de inconsistências nas informações referentes a despesas médicas.

Para saber se caiu na malha fina, os contribuintes podem consultar o extrato do #Imposto de Renda, disponível no site da Receita Federal no e-CAC.

Publicidade

Para poder acessar o extrato, o contribuinte irá precisar utilizar o código de acesso, que pode ser gerado no próprio site da Receita. Também é possível ter acesso com o uso de um certificado digital emitido por autoridade habilitada.

Prazo para restituição 

A restituição ficará disponível no banco por um ano, após este prazo, só será possível realizar o resgate através da internet com o preenchimento do Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento da Restituição, ou no e-CAC na opção Extrato do Processamento da DIRPF.