A Caixa Econômica Federal começou a pagar nesta quinta-feira, 28 de julho, o abono salarial referente ao #Calendário 2016/2017 do PIS/PASEP. O valor do benefício é de um salário mínimo (R$ 880). Para ter direito ao dinheiro, o beneficiário deve ter trabalhado com carteira assinada ao menos por 30 dias em 2015 e recebido, em média, até dois salários mínimos de rendimento mensal.

De acordo com o banco, aproximadamente 21,4 milhões de trabalhadores têm direito a receber o benefício. Repetindo o que ocorreu no pagamento do PIS/PASEP de 2015, o governo mais uma vez deixou para pagar metade dos contribuintes apenas no primeiro trimestre do próximo ano.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o calendário do PIS/PASEP 2016/2017, quem nasceu entre os meses de julho e dezembro deve receber o abono salarial ainda em 2016 (veja a tabela na galeria de fotos). Já quem nasceu entre os meses de janeiro a junho deve receber o benefício nos três primeiros meses de 2017. Independente da data de nascimento, o abono ficará disponível para os trabalhadores até 30 de junho de 2017. Após essa data, quem não sacar o valor perderá o direito ao mesmo.

Neste ano, o calendário apresenta uma importante alteração. Só terá direito ao benefício integral, no valor de R$ 880, o beneficiário que trabalhou com carteira assinada durante os 12 meses do ano de 2015. A tabela de #Pagamento será fracionada, conforme o tempo de trabalho. Se o beneficiário trabalhou apenas um mês com carteira assinada, terá direito a sacar R$ 74.

Publicidade

Com dois meses, o valor sobe para R$ 147 e assim sucessivamente.

Novo prazo do PIS 2014

Começa hoje também a nova data para sacar o PIS/PASEP referente ao ano de 2014. O Governo Federal estendeu o prazo em razão do grande número de beneficiários que ainda não efetuaram o saque do valor.

O novo período de saque começa a contar a partir desta quinta-feira, 28 de julho e seguirá até o dia 21 de agosto de 2016. Essa provavelmente deve ser a última chance para os trabalhadores sacarem o valor de R$ 880 referente ao ano retrasado. #PIS PASEP