No Brasil, vemos grandes exemplos de más administrações que levam a qualquer clube a enormes crises financeiras. O Corinthians está em #Crise financeira já faz algum tempo, depois de anos de administrações questionáveis, a hora de pagar a conta vai chegar.

Somente no ano passado, o Corinthians fechou o ano com um déficit de 97 milhões de reais, praticamente o mesmo número de 2014. O clube imaginou que poderia diminuir os gastos, mas a dívida do clube só aumentou.

Com pouco dinheiro para reforços, a equipe sofre com as críticas da torcida que pede mais transparência no clube e melhores nomes para o time principal. Em 2016, a China chegou com muito dinheiro e levou Jadson, Renato Augusto, Ralf e o zagueiro Gil.

Publicidade
Publicidade

O que todos se perguntam é onde isso vai parar, até onde o time vai ganhar títulos, e dessa forma abafando as enormes crises financeiras que o clube passa. 

O Brasil tem exemplos claros de como não fazer com um clube de futebol, clube como Botafogo e Vasco foram durante anos sendo muito mal administrados, mas os resultados dentro de campo não eram tão ruins. Mas a conta chegou, e o Vasco da Gama acumulou o seu terceiro rebaixamento em menos de 10 anos. Sem contar com o Botafogo, que acaba de voltar da Série B e está lutando para não cair de novo.

A Arena do Corinthians foi sede da abertura da Copa do Mundo em 2014, se esperava que o Corinthians não iria sofrer muito para conseguir parar o seu estádio. Mas tudo mudou, hoje se o clube conseguir pagar até 2028 a sua Arena, vai desembolsar 1,6 Bilhão de reais.

Publicidade

O preço inicial do estádio era de 'apenas' 800 milhões de reais.

Outro fator é o Naming Rights, o clube acreditava que já estaria assinado a venda do nome para alguma empresa, mas até agora não teve nenhum negócio no nome do estádio. O Corinthians acreditava que conseguiria vender o nome do estádio por 400 milhões de reais, mas o preço com o passar do tempo só vem caindo.

Esse dinheiro serviria para pagar uma boa parte do estádio, e se o clube não conseguir vender o nome, tem tudo para entrar em uma das maiores crises da sua história.

O Corinthians sem um elenco forte, em segundo lugar no Campeonato Brasileiro. #Trabalho #Crise econômica