O Governo Federal iniciou o pagamento da primeira parcela do 13º salário dos aposentados do INSS nesta quinta-feira (25). A segunda parcela vai ser paga no mês de novembro. O depósito será realizado juntamente com o pagamento do benefício mensal.

Os valores serão depositados para quem recebeu benefícios pelo INSS durante o ano. Além dos aposentados e pessoas que recebem pensão por morte, têm direito os segurados que usufruíram de outros benefícios durante 2016, como auxílio-acidente, auxílio-doença, salário-maternidade e auxílio-reclusão. Sendo proporcional ao tempo recebido nos casos de salário-maternidade e auxílio-doença.

Publicidade
Publicidade

Dicas para usar bem o benefício

Em meio à crise econômica que o Brasil está atravessando, é necessário que se tenha sabedoria para usar o dinheiro extra da melhor maneira possível. É importante fazer uma análise econômica da situação das finanças, visando o momento atual, mas também se preocupar com gastos futuros.

Os especialistas em finanças orientam que se utilize todo dinheiro extra em pagamento de dívidas. Os gastos devem ser controlados durante todos os meses, fazendo um planejamento das finanças. A partir do momento que se cria uma expectativa para usar o 13º salário no pagamento de dívidas, já é o indício que os gastos estão superiores e há o risco de se tornar inadimplente.

Já estou endividado. O que fazer?

Quando a pessoa já está inadimplente e não consegue honrar com os seus compromissos mensais, a melhor solução não seria criar toda essa expectativa em usar o 13º salário e sim fazer um planejamento para quitar todas as dívidas.

Publicidade

O primeiro passo é montar uma estratégia para quitas os débitos, verificando as principais dívidas e os gastos de necessidade primária. É importante procurar o credor e renegociar as dívidas com um valor que seja acessível ao orçamento. Dessa forma, a pessoa conseguirá cumprir com os pagamentos.

O equilíbrio entre os valores recebidos e os gastos é o segredo para uma boa saúde financeira. Fazer o uso de uma planilha ou mesmo anotar em um caderno o que se gasta é fundamental para conhecer o perfil financeiro de cada um. #PrevidenciaSocial