Segundo a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), a bandeira tarifária não sairá do verde, uma notícia boa para todos brasileiros, visto que, não veremos cobranças extras vindas nas contas de luz. Desde o mês de abril que a bandeira tarifária permanece no verde. Setembro será o sexto mês que não haverá tais cobranças adicionais na conta de luz.

O crescimento positivo em 2016, que restabelece os reservatórios das hidrelétricas; a diminuição da demanda de energia junto com o crescimento da mesma; e a criação de novas usinas no sistema elétrico no #Brasil, são os principais responsáveis pela conservação da bandeira verde.

Publicidade
Publicidade

Para Luíz Eduardo Barata, diretor geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico, em entrevista para jornalistas do estado do Rio de Janeiro, a bandeira deve continuar a ser mantida no verde até o final de 2016, até porque nos próximos meses de outubro e novembro começa a temporada  de chuvas. Portanto, não será fundamental gerar muita térmica.

Entenda como funciona o sistema

O sistema a qual estamos falando - sistema de bandeiras tarifárias - teve inicio no mês de janeiro de 2015. O dispositivo foi elaborado para permitir recolher recursos para atenuar gastos extras com a elevação da usabilidade de eletricidade geradas pelas termelétricas.

A energia das termelétricas tem um preço mais caro do que a energia das hidrelétricas, isso porque sua produção vem da queima de combustíveis, como gás natural e óleo.

Publicidade

No período que compreendeu o final do ano de 2012 até o início de 2016, o uso das termelétricas em nosso país teve um aumento de suas utilidades pela falta de chuvas, que fez com que os níveis dos reservatórios das hidrelétricas ficassem mais baixos durante todo este período.

Hoje, a bandeira tarifária possui três "andares": a bandeira verde, amarela e a vermelha. A verde não possui nenhum custo adicional, fazendo com que a população não pague nada a mais. A bandeira amarela demonstra que existiu algum aumento significativo para a produção de energia; e a vermelha significa que o custo de produção está bastante elevado.

O adicional para bandeira amarela é de R$ 1,50 por 100 KWh, já a vermelha possui dois níveis, um de R$ 3,00 e outro de R$ 4,50 por 100KWh que forem consumidos. #energiaeletrica #Comportamento