Os brasileiros estão tão empolgados com os Jogos Olímpicos que até se esqueceram que o país atravessa uma de suas piores crises e que o desemprego continua colocando milhares de trabalhadores em situação desesperadora. A Volkswagen, que é uma das maiores montadoras de veículos do Brasil, não aguenta mais a crise e já avisou que vai interromper as unidades de Taubaté, São José dos Pinhais, Anchieta e até a fábrica de motores que gera um grande número de #Empregos, direta e indiretamente, em São Carlos. A paralisação é temporária, mas a chance de que ocorra milhares de demissões após este período, é grande.

A montadora se vê em uma situação ainda mais complicada devido a um problema que tem enfrentado quanto à entrega de peças.

Publicidade
Publicidade

As principais fornecedoras - Cavelagni, Keiper, Mardel e Fameq - não estão cumprindo os prazos, o que levou inclusive a empresa alemã a rescindir os contratos e agora terá que buscar por novas parcerias.

Pelo menos 100 mil novos veículos deixarão de ser fabricados com esta decisão da Volkswagen e os 11 mil trabalhadores que entrarão em férias não terão motivo para nem estrutura psicológica para descansarem ou programarem uma viagem com a família, pois sabem que poderão ser demitidos quando voltarem ao #Trabalho. Diante desta possibilidade, é melhor aproveitar o período de férias forçadas para investir em um curso de aprimoramento profissional, atualizar o currículo e já começar a fazer os contatos, para não ficar completamente desprevenido caso seja chamado ao departamento pessoal para ser comunicado sobre a demissão.

Publicidade

Com a saída de 11 mil funcionários, de um total de 18 mil, para férias coletivas, a Volkswagen terá de 3 a 4 semanas para se recompor e conseguir recuperar seu ritmo de produção.

Hoje, a Volkswagen do Brasil conta com um "Programa de Demissão Voluntária", mas, diante da crise e a incerteza dos próximos meses, ninguém quer saber de pedir conta agora. O mercado tem apresentado uma reação muito tímida e não há previsão de que o #Desemprego dê lugar a novas contratações.