Maurício Macri, presidente da Argentina, revelou na última terça-feira (27), o seu plano de governo para levar mais turistas àquele país e assinou um decreto que reduz impostos para os hotéis, reduzindo a hospedagem em 21%, mas somente para quem pagar com cartão de crédito. Se antes os brasileiros já gostavam de viajar para a Argentina, por ser um país vizinho ao Brasil e a #Viagem não ficar tão cara, além de oferecer lindos locais para serem visitados, agora deverá crescer ainda mais a procura.

A intenção do governo argentino é manter essa promoção por dois meses, ou seja, não dá tempo de planejar a viagem para o final do ano, é preciso visitar nossos vizinhos entre os meses de outubro e novembro.

Publicidade
Publicidade

De acordo com as últimas informações da Casa Rosada, os brasileiros e demais estrangeiros que escolherem a Argentina como destino, terão o benefício do desconto ao efetuarem suas compras em agências de viagens e a empresa emissora do cartão é que ficará responsável pela devolução do valor, garantindo assim, uma boa #Economia. Para o ministro de #Turismo da Argentina, essa não é uma lei nova, pois já está em vigor há mais de 15 anos, só que antes era válida apenas para bens e agora passa a valer também para os serviços hoteleiros.

Mas não pense que para economizar terá que viajar somente para a Argentina, pois outros países aqui na América do Sul já oferecem isenção no imposto quando o turista for se hospedar, entre eles você pode optar pelo Uruguai, Chile, Equador, Peru ou ir para a Colômbia.

Publicidade

A Argentina estava de fora, mas devido à crise, principalmente a que assola o Brasil, houve uma queda de 4% no número de estrangeiros que foram visitar o país, por isso o Governo de lá resolveu fazer algo, antes que a situação piorasse ainda mais.

A Argentina espera receber um número maior de turistas estrangeiros, oferecendo a devolução do Imposto sobre Valor Agregado, o IVA, que seria quase que a mesma coisa do ICMS aqui no Brasil.

O importante é comprar seu pacote de viagem com antecedência e pesquisar em vários lugares diferentes para comparar os preços e aí sim, certificar-se que estará fazendo uma boa economia.