Enquanto o país inteiro se mantém focado ao impeachment de Dilma Rousseff, poucos prestaram atenção no anúncio feito pelo ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, que já tem em mãos o projeto para o "Orçamento Geral da União", para o próximo ano e que já foi inclusive, encaminhado para o Congresso Nacional e que aponta o novo valor do #Salário mínimo como sendo de R$ 945,80.

Renan Calheiros recebeu a proposta diretamente das mãos do ministro do Planejamento, juntamente com Henrique Meirelles que é o ministro da Fazenda.

Assim que terminou a cerimônia de posse do novo presidente do Brasil, Michel Temer, o Congresso recebeu uma das propostas que promete gerar muitos debates, pois com a alta da inflação, muitos querem um aumento bem maior para o mínimo nacional, enquanto outros alegam que o momento é de cautela e que, para o país retomar o crescimento e as empresas começarem a contratar, é preciso deixar o salário em um patamar que não faça aumentar o número de demissões.

Publicidade
Publicidade

Michel  Temer, que tem pouco tempo para mostrar que suas propostas são boas para o país, ainda terá que enfrentar os protestos que certamente vão se formar nos próximos meses, contra o salário de R$ 945,80 proposto pelo governo.

Todos os outros parâmetros que traçam metas para a economia em 2017 não sofreram modificações, entretanto o valor do salário mínimo para o próximo ano criará muitos debates, já que o IPCA - Índice de Preços ao Consumidor Amplo - já está calculado em 4,8%. A previsão do PIB - Produto Interno Bruto, é de 1,6% e a estimativa para o dólar é que a moeda norte-americana fica na média de R$ 3,40.

A proposta do novo salário mínimo para 2017 é referência para mais de 48 milhões de brasileiros que, atualmente, recebem R$ 880,00 por mês. O aumento de R$ 65,80 na renda mensal certamente vai causar indignação em boa parte dos trabalhadores que não se conformam com uma correção de somente 7,47%.

Publicidade

O governo quer apenas cobrir a inflação, não trazendo aumento real para o salário, visto que o país ainda estará em crise no próximo ano, mas sindicatos alegam que o reajuste está abaixo inclusive da inflação real.

O que você achou da proposta do governo de elevar o salário mínimo para R$ 945,80? Deixe abaixo sua opinião. #Trabalho #Empregos