Restam pouco mais de dois meses para o ano terminar, mas ainda dá tempo de tomar algumas medidas simples e terminar o ano com a conta no azul.

Em tempos de crise, toda e qualquer forma para economizar dinheiro é válida. E se o método for simples e eficiente melhor ainda, afinal ninguém gosta de ver a conta no vermelho.

Dicas que vão ajudar a salvar o seu orçamento

1 - Renegocie: Entre em contato com as operadoras de cartão de crédito, planos de celular, TV por assinatura, seguro de carro e residencial, entre outros e solicite descontos. Nos casos de TV por assinatura, por exemplo, é possível conseguir até 50% de desconto na mensalidade sem reduzir o plano - normalmente esses descontos tem validade de seis meses até um ano, após esse período é necessário ligar novamente e renegociar.

Publicidade
Publicidade

Nos casos de cartão de crédito é possível conseguir isenção total na anuidade durante determinado período.

2 – Evite juros e taxas desnecessárias: Não pague contas em atraso tendo dinheiro para pagar a conta. Muitas vezes por mero esquecimento ou falta de tempo, contas são pagas após o vencimento, ocasionando a incidência de juros e multas. Um #Planejamento mensal com as contas a pagar do mês e até mesmo do semestre pode ajudar. Faça uso de uma agenda ou de algum aplicativo e organize seus compromissos financeiros. Inclua nesse planejamento a fatura do cartão de crédito, os encargos cobrados pelo pagamento, após o vencimento ou pagamento do valor mínimo, são elevados.

3 – Desapegue: Final do ano é época de arrumação. Esta é uma boa hora para dar uma checada no guarda-roupa e verificar o que está sem uso, muitas vezes é possível encontrar peças novas e seminovas que estão encostadas.

Publicidade

O mesmo vale para móveis e objetos que estão em boas condições, mas que já não têm uso. Existem diversas plataformas de venda de usados na internet que podem render uma boa grana extra. Outra opção é fazer o bom e velho bazar presencial. De posse desse dinheiro extra, faça bom uso e destine o dinheiro para algo realmente importante, como quitar uma dívida.

4 - Crie metas: Metas podem ser de longo, médio e curto prazo. Criar metas ajuda a evitar compras por impulso e gastos desnecessários. As metas de longo prazo são as mais difíceis e mais demoradas, como comprar uma casa, já as metas de médio prazo são aquelas que irão se realizar em dois anos, como uma grande viagem ou fazer faculdade; metas de curto prazo são as que exigem pouco investimento e logo irão se realizar, como trocar uma geladeira. Com o planejamento feito, pesquise antes de fazer qualquer compra e economize.

5 – Aumente sua renda: Esta pode parecer a dica mais difícil de seguir, mas é algo simples de ser feito, basta ter disposição e alguma habilidade.

Publicidade

Existem diversas atividades que podem ser feitas em horário alternativo. A mais tradicional é a venda de cosméticos, doces e salgados. Outra opção são os trabalhos freelance em diversas áreas como programação, redação, web designer, entre outros -, diversos aplicativos ajudam a encontrar esse tipo de trabalho. Aulas particulares também são uma boa opção. Produção de conteúdo para a internet (através de blogs) e serviços estéticos como manicure e cabeleireira são ótimas alternativas. Essa renda extra pode ajudar a cumprir com as obrigações financeiras, a adquirir um bem e até mesmo a fazer uma reserva. #Economia #renda extra