Bitcoins são moedas virtuais que estão ganhando destaque no mercado digital. A característica utilizada é a criptomoeda, gerada via internet, por um processo interessante chamado de “mineração”. As moedas virtuais são igualmente comparadas com o dinheiro, seja ele, dólar, libra, real, euro ou outros de diferentes países.

A oscilação dos bitcoins é grande no mercado digital. Um dia a moeda virtual pode estar com alta cotação, e noutro despencar; é a grande lei da oferta e procura. O símbolo dos bitcoins é BTC e os “bancos virtuais” que fazem todo o trâmite de cotação são chamados de #Bitcoin Exchanges. Para acompanhar a cotação em tempo real, acesse o site da instituição, CoinDesk.

Publicidade
Publicidade

Como Funciona o Bitcoin

A rede de bitcoin é feita por blocos, que registram as transações virtuais e equações matemáticas complexas que, quando são resolvidas, compensam os mineradores com bitcoins. O sistema foi desenvolvido de forma a que não seja possível criar a mesma moeda duas vezes, e a quantidade de moedas que podem ser mineradas é finita, embora ainda não se tenha atingido seu fim. A moeda digital não possui órgãos regulamentadores, ou seja, não participa das transações governamentais e instituições bancárias, é apenas administrada pela própria rede de bitcoins.

Qualquer pessoa pode utilizar tecnologia para comprar e trocar bitcoins. Basta instalar em seu sistema um software de mineração e ajudar a processar esses dados. Mas para participar deste processo é necessário ter um computador de alto desempenho, para poder minerar de maneira mais rápida e eficaz.

Publicidade

Existem algumas vantagens e desvantagens em utilizar os bitcoins. Muitos acreditam que é uma ótima maneira de ganhar moedas virtuais para comprar eletrônicos, roupas e presentes, mas alguns ainda se sentem desprotegidos com relação à não regulamentação do sistema de mineração, cabe a você escolher se irá ou não ser um minerador na plataforma, ou um simples usuário.

Gostou das dicas de bitcoins? Comece a utilizar essa moeda hoje mesmo. Deixe sua opinião nos comentários e acompanhe mais artigos!  #Economia