A Black Friday 2016 está chegando e já tem muita gente se preparando para fazer uma boa economia e em tempo de crise, quando o #Dinheiro anda curto para todo mundo, a expectativa é que as vendas nesse ano batam recorde. Na próxima sexta-feira, todo mundo vai cedo para as lojas ou acessa os sites com promoções irrecusáveis; mas cuidado, que tem muita pegadinha por aí enganando o consumidor.

Para você economizar de verdade e não ter problemas depois, é preciso ficar sempre muito atento e com essas dicas abaixo, vai aprender a se defender de quem tentar te enganar.

Aumento de preço: desde que o Brasil começou com a Black Friday, muitos consumidores notaram que durante a semana, as empresas aumentam os valores do produto, para na sexta-feira baixarem e dizerem que é oferta.

Publicidade
Publicidade

Então é só você pesquisar o preço do que deseja comprar alguns dias antes e depois faça a comparação para não ser enganado.

Frete: muitos brasileiros aproveitam a Black Friday pela internet e realmente, conseguem encontrar preços incríveis, mas esquecem de um pequeno e importante detalhe: o valor do frete. Alguns produtos têm o frete tão caro que compensa mais ir a uma loja física de sua cidade e comprar lá. Quando pesquisar o preço de qualquer produto, lembre-se que o valor final é aquele mostrado no site mais o frete.

Prazo: se você não tem pressa de receber o produto, tudo bem, mas se é um presente de natal ou quer ter determinada o mais breve possível é bom ficar atento ao prazo. Tem muitos consumidores que não olham o prazo de entrega e só descobrem que vai demorar muito quando vão reclamar com a empresa.

Publicidade

Verifique antes para não ter dor de cabeça depois.

Outro sério problema e muito comum aqui no Brasil são os sites falsos que surgem na época da Black Friday. Eles se parecem muito com aqueles sites das lojas virtuais que conhecemos, mas é tudo mentira. O consumidor acessa, faz seu cadastro, paga o produto e não recebe nada. Quando ele vai entrar no site para reclamar, descobre que foi enganado. Então compre sempre em sites de empresas conhecidas ou que um amigo indicar. #Polêmica #Economia