É muito comum ver comerciantes e prestadores de serviços reclamando de algum tipo de insatisfação ao realizarem vendas nos cartões ou por meio de pagamentos online. Muitos problemas são encontrados e causam dores de cabeça para esses empresários.

Pensando nisso, o SPC Brasil e pela CNDL fez um levantamento nas capitais e no interior do país. Segundo os dados pesquisados, cerca de 30% de comerciantes e prestadores de serviços já enfrentaram dificuldades nesse sentido.

Para ajudar, basicamente o pequeno e micro varejista, a resolver muitos problemas do cotidiano, o Serviço de Proteção ao Crédito (Brasil) lançou o 'SPC Conciliador', uma nova tecnologia que facilita a comunicação entre as operadoras de cartões em todas as suas transações.

Publicidade
Publicidade

A função fundamental da nova ferramenta é permitir a conferência automática das transações efetuadas em diversos tipos de cartões de quase todas as bandeiras, gerando mais rapidez e segurança a todos. O presidente do #SPC Brasil, Roque Pellizaro, a nova ferramenta, vai ajudar nos pequenos erros que, em grande volume, causam bastante prejuízo aos comerciantes.

A não conferência automática das vendas e bancária, fraudes das operadoras e de vendedores, não pagamentos realizados por operadoras, cobrança de taxas maiores do que as combinadas, cobranças indevidas, débitos duplos, entre outras coisas, são alguns dos riscos que os empresários estão sujeitos diariamente e que o 'SPC Conciliador' pretende ajudar a diminuir e até resolver.

Como se não bastasse a crise, que diminui as vendas e causam prejuízos a muita gente, eles ainda se deparam com esses tipos de dificuldades que, aos poucos, vão levando micro empresários até a fecharem as portas.

Publicidade

O SPC Brasil faz constantes estudos na busca de conhecer a rotina e ajudar a melhorar a vida e o dia a dia dos micro e pequenos varejistas do país para que eles se mantenham em atividade da melhor forma possível.

O surgimento do 'SPC Conciliador', com certeza, será um grande ganho de produtividade e, consequentemente de agilidade para esses empresários. #cndl #microempresas