Um novo sistema de venda de passagens será implantado pela Latam em seus voos domésticos no #Brasil. As mudanças devem ocorrer em 2017, e nesse novo modelo o valor da passagem terá um preço base onde o passageiro é quem irá decidir quais serviços deseja pagar, e com isso alimentação servida a bordo passará a ser cobrada. Até o fim deste ano, em seus voos nacionais, a companhia ainda vai oferecer gratuitamente seu cardápio atual que se modifica dependendo da rota.

No sistema atual, o assento pode ser escolhido no momento da compra da passagem, porém essa escolha só ocorre após o check-in, que é feito até 24 horas antes do voo.

Publicidade
Publicidade

O passageiro que optar por uma poltrona mais espaçosa e decidir por tal comodidade na hora da sua compra, pagando atualmente a partir de R$ 30. No novo sistema, a reserva de assento poderá ser adquirida através do pagamento de uma taxa.

Tarifas menores

A #LATAM busca com essas mudanças em seu modelo de vendas uma redução de 20% no preço das suas #Tarifas para voos domésticos até 2020. Segundo a presidente da Latam Airlines Brasil, Claudia Sender, em entrevista ao site UOL: “É uma plataforma que vai viabilizar a retomada do crescimento da aviação na nossa região. Nosso objetivo é que o brasileiro sempre tenha a opção de viajar de avião e uma maior transparência em relação às tarifas existentes, e o que está verdadeiramente incluso em cada uma das tarifas pagas pelos seus passageiros”.

Em muitas companhias áreas apenas água, biscoitos ou amendoim são oferecidos gratuitamente aos passageiros durante o voo.

Publicidade

A empresa ainda está analisando o que será servido a bordo sem custos. Serão desenvolvidos novos cardápios com mais de 50 variedades de comidas e bebidas. Existe uma necessidade de se adequar para um atendimento mais personalizado a cada cliente. A empresa deseja ampliar em 50% a quantidade de passageiros transportados, a qual será inserida nos voos domésticos de outros países da América Latina como Argentina, Chile, Colômbia, Equador e Peru. Em 2017, isso também está no plano de mudanças da companhia.