O criador e CEO da maior rede social do mundo, o jovem bilionário Mark Zuckerberg, teve uma baixa bastante considerável na sua fortuna nesta quarta-feira (02). Zuckerberg viu desaparecer da sua conta bancária a considerável quantia de US$ 3,7 bilhões de dólares, um pouco mais de R$12 bilhões de reais.

O mais incrível é que toda essa quantia desapareceu em apenas duas horas, logo depois do fechamento do pregão. Isso se deu, devido a um leve queda no valor das ações da empresa, que independente d quantia perdida, segue dando ótimos lucros.

Com esse "pequeno" prejuízo, Zuckeberg viu sua fortuna estimada em mais de US$ 54,4 bilhões, cair quase que magicamente para US$ 50,6 bilhões.

Publicidade
Publicidade

Apesar da perda, a conceituada revista FORBES, estima que o dono do Facebook esteja ainda entre os cinco homens mais ricos do planeta.

A notícia da perda bilionária da empresa, não chegou nem a causar dor de cabeça em seus acionistas, já que duas horas depois da empresa anunciar em Abril quanto faturou no último trimestre, as ações valorizaram tanto que pelo menos, mais US$ 4,2 bilhões foram acrescentados a conta bancária de Zuckeberg após o fechamento.

Apesar de ser tão lucrativo, o Facebook teve uma leve queda no preço de suas ações, no último pregão a queda foi de 7%, levando o valor de cada ação para US$ 118,36, uma pequena desvalorização que não chega a assustar, apesar de não ter sido prevista.

Mesmo com a leve queda, economistas especialistas apontam que, a receita de US$ 7 bilhões que a empresa faturou apenas no último trimestre, é quase o dobro em relação ao mesmo período do ano passado, superando as estimativas de especialistas em #Economia mais mais experientes.

Publicidade

A companhia lucrou US$ 2,4 bilhões só nesse trimestre, um aumento que representa 166% dos lucros referente ao mesmo período do ano passado.

Entretanto, mesmo tendo superado todas as expectativas com relação a receita e #Lucro, a empresa já anunciou aos investidores que irá ter um aumento nas despesas em 2017, e isso não deixou os acionistas satisfeitos, mas eles afirmam ser necessário, devido o crescente gasto com o uso de rede, devido a quantidade de vídeos que é compartilhado na rede social. #Mark Zuckeberg