Desde que vendeu a empresa Pay-Pal, Elon Musk decidiu investir seu retorno ciente de que o trabalho é o melhor investimento. Começou com a Tesla Motors, deixando o capital aberto no mercado de #ações e, como fabricante de #veículos elétricos, conseguiu também resultados surpreendentes. Como resultado recente desta estratégia inovadora de lutar por qualidade do que quantidade, a pressão que a demanda do mercado fez o obrigou a expandir da empresa para uma filial na Alemanha, em sociedade com a empresa montadora Grohmann Engineering para aumentar a produção automatizada e mínima a atender a demanda mundial para 500.000 unidades por ano em 2018.

Publicidade
Publicidade

Esta empresa, que gentilmente expôs seu veículo totalmente elétrico no Salão de Automóveis de São Paulo de 2016, como resultado das especulações eleitorais americanas que a empresa sofreu pelas promessas dos candidatos, fizeram com que as ações da empresa de veículos elétricos #tesla Motors, Inc. (TSLA) caíssem durante o terceiro trimestre, enquanto o mercado continuava a avaliar a possível fusão com a SolarCity, outra empresa do CEO também da Tesla Motors.

Um fator que impactou no valor da ação foi um acidente fatal já investigado, no qual o piloto automático era usado num veículo Tesla. Enquanto proprietários multiplicam elogios do produto adquirido e a rede dos chamados postos de "carregamento super rápido" cresce muito nos Estados Unidos a atender seus proprietários, a confiabilidade que a marca criou e mantém, somado a sua capacidade de trazer inovação substancial para seus produtos, fez com que a empresa ganhasse pelo seu Modelo X o prêmio Golden Steering Wheel de 2016.

Publicidade

Além de grandes perspectivas de subir o valor das suas ações, infelizmente atualmente os futuros proprietários desta maravilha sobre rodas são obrigados a esperarem uma fila com mais de 370.000 reservas do Modelo 3, por exemplo, representando um total de cerca de US$ 18 bilhões em atraso para entrega e o maior lançamento de produtos da história, segundo Gilad Shany, comentarista de finanças da Yahoo Finance.