A taxa de inflação mensal brasileira em novembro foi de 0,18%, a menor taxa para esse mês nos últimos 18 anos e, no acumulado dos primeiros onze meses de 2016, caiu para 5,97%. O aumento dos preços em novembro foi muito menor do que no mesmo mês do ano passado (1,01%) e também ficou abaixo da de outubro deste ano (0,26%), de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e estatísticas (#IBGE).

A taxa para o mês passado não tinha sido tão baixa desde novembro de 1998, quando atingiu 0,12%. A #Inflação acumulada nos primeiros onze meses de 2016 (5,97%) foi quase quatro a menos do que em 2015 (9,62%) e muito perto dos pontos percentuais de 2014 (5,58%).

Publicidade
Publicidade

O índice anual de novembro, por sua vez, caiu para 6,99%, o menor nos últimos 23 meses, em dezembro de 2014 a taxa foi de 6,41%.

Até outubro do ano passado, quando a inflação anual foi de 7,87%, havia dúvidas se o Brasil iria conseguir alcançar o objetivo fixado pelo governo para 2016, que é de 4,5% ao ano, com uma margem de tolerância de dois pontos para cima ou para baixo.

O governo não conseguiu cumprir sua meta no ano passado, quando a inflação foi de 10,67%, a maior em 13 anos, mas é suscetível de atingir isso em 2016 e atingir o nível de 2014 (6,41%).

"Há uma chance real de que o IPCA fechará este ano dentro da meta oficial, uma vez que o aumento de preços em dezembro de 2015 foi muito maior do que a inflação corrente padrão ", disse a economista do IBGE Eulina dos Santos.

O menor aumento dos preços no último semestre do ano refletiu a política monetária restritiva do governo, que, por vários meses, levantou as taxas no mês de setembro, em seu nível mais alto em mais de uma década, deixando o crédito e limite de consumo mais caros.

Publicidade

De acordo com o IBGE, a taxa de inflação baixa em novembro foi causada principalmente pela queda dos preços dos alimentos, de 0,20%. O preço do leite, por exemplo, caiu 7,03% entre outubro, e o tomate 15,15%. A desaceleração resultou, em parte, a queda dos preços dos alimentos e um desempenho mais fraco do que o esperado da atividade econômica. #Economia