A Coca-Cola FEMSA é a maior franquia engarrafadora de refrigerantes da marca Coca-Cola no mundo. Sediada no México, ela possui subsidiárias em toda a América Latina, e agora, com a aquisição da Vonpar, abocanha boa parte do mercado brasileiro. A empresa é uma subsidiária da FEMSA, atualmente dona de 48% de suas ações. A The Coca-Cola Company possui 28%, sendo o restante negociado na bolsa mexicana. A empresa começou sua jornada de incorporações de empresas internacionais em 2003 e não parou mais. Já havia adquirido outras empresas no Brasil, como ocorreu com a Companhia Fluminense de Refrigerantes em 2013, e agora põe mais uma em sua extensa lista de patrimônio, a Vonpar.

Publicidade
Publicidade

Mercado da Vonpar

A Vonpar foi criada em 1948 e pertence ao grupo Neugebauer. Possui um amplo portfólio de marcas bem conhecidas do mercado brasileiro, como a distribuição de sucos e chás Leão, a água Crystal e a cerveja Heineken. Ela também foi a primeira fábrica de chocolates do país e atualmente atende a mais de 14 milhões de pessoas, principalmente da região Sul. A estrutura de empresa é formada por três fábricas distribuídas em cidades próximas do Rio Grande do Sul e cinco centros de distribuição localizados nas cidades de Blumenal, Joinville, Chapecó, Farroupilha e Pelotas.

Transação

Com a operação, foram desembolsados 3, 5 bilhões, sendo deste montante 1,7 bilhões em dinheiro e 688 milhões em ações. Isso faz com que a multinacional aumente sua participação no mercado brasileiro, com 49% da distribuição de toda a Coca-Cola no país.

Publicidade

Disputa ferrenha na América do Sul

A Coca-Cola FEMSA busca uma maior consolidação no mercado brasileiro, devido a sua principal concorrente, a Arca Continental, também ter intenções em adquirir novas empresas engarrafadoras dos produtos coca na América Latina. Na última década, as duas empresas protagonizaram uma disputa ferrenha na incorporação de engarrafadoras familiares, atitude essa que foi incentivada pela Coca Co. na tentativa de melhorar a eficácia de distribuição de seus produtos. Agora resta esperar se a Arca irá também adquirir empresas no mercado brasileiro ou vai se ater a outros países da América Latina, como tem feito. #Economia