Nada mais convincente do que a promessa de ganhar dinheiro fácil em tempo recorde. É o que propõe uma nova corrente que tem sido amplamente divulgada nas redes sociais. A proposta já conta com inúmeros adeptos, que rapidamente tentam angariar novos ‘clientes’ para a que o milagre da multiplicação aconteça.

No entanto, para diversos especialistas, o negócio pode ser um conto do vigário, e por mais que não engane totalmente as pessoas, pode criar a ilusão de que elas receberão dinheiro fácil. E como já é sabido, grana não cai do céu, é preciso muito esforço e trabalho para que o sustento chegue na mesa. Para os economistas, a aposta é arriscada e o investimento não tem a garantia de que retornará para o cliente.

Publicidade
Publicidade

A ‘mandala da prosperidade’ promete que com um investimento de cem reais, a pessoa possa ganhar oitocentos reais em pouquíssimo tempo. O negócio que funciona como uma espécie de corrente propaga ideias populares associadas para fazer a propaganda do projeto. Na divulgação, são usadas palavras como solidariedade, comunidade do bem, troca de boa vontade, união, amizade, o que passa uma ideia positiva sobre o investimento.

Assista no link a seguir o vídeo de divulgação:

Os clientes que investirem no negócio devem dar inicialmente um valor de 100 reais e precisar convidar mais oito ‘amigos’ que também darão a mesma quantia para o negócio, e dessa forma a pessoa inicial receberá 800 reais. De cada amigo convidado, o primeiro investidor ganharia uma porcentagem do valor, e assim com cada vez mais pessoas o investidor inicial lucraria muito mais do que os cem por cento investidos.

Publicidade

No entanto, a promessa é feita a todas as pessoas que entram, e como qualquer corrente, assim que um dos investidores deixarem de colocar dinheiro ou amigos o sistema quebra. Para muitos estudiosos de #Economia, o esquema pode ser considerado estelionato, uma vez que nem todas as arestas do negócio são expostas ao cliente.

Como já é sabido, os clientes iniciais são aqueles que ganham realmente o dinheiro dos outros participantes, e também têm a função de divulgar toda a ‘beleza’ do empreendimento. Inúmeras correntes como essa já foram feitas, e dessa vez o meio para divulgá-las vem sendo o WhatsApp. É preciso estar atento onde investir o dinheiro, principalmente agora no fim de ano em que o bolso aperta. #Crime