Falta poucos dias para que o #Governo Federal divulgue as datas e locais disponíveis para saque do #FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). Anunciada pelo presidente Michel Temer (PMDB), em 22 de dezembro, a liberação dos recursos do FGTS tem como meta reaquecer a economia do país, injetando cerca de R$ 30 bilhões inativos, ou seja, depósitos feitos até 31 de dezembro de 2015. São, pelo menos, 10 milhões de brasileiros que aguardam a escala de pagamentos, que será anunciada na próxima quarta-feira.

Saques serão realizados de acordo com a data de nascimento

Apesar de grande parte das contas ter um saldo menor que um salário mínimo, estima-se que sete milhões de brasileiros procurem as agências da Caixa Econômica Federal para efetuar o saque.

Publicidade
Publicidade

Para alegria de comerciantes como Rafael Coutinho, que espera ver zerada a sua lista de devedores da padaria em que é dono. "Como eu ainda tenho um caderninho em que eu penduro para os clientes mais antigos, quando aperta o orçamento deles o primeiro lugar que deixam de pagar é a padaria. Espero que agora, quando muitos vão receber esse benefício, lembrem de passar por aqui para acertar", diz o esperançoso comerciante.

Por enquanto, tudo que se sabe é que os saques serão realizados de acordo com a data de nascimento do trabalhador beneficiado e que haverá uma escala de atendimento. A busca e o interesse por informações levaram quase três milhões de cidadãos a baixar na internet o aplicativo do FGTS, que permite ao usuário conferir o saldo e os depósitos realizados por cada uma das empresas na conta do trabalhador.

Publicidade

Quem ainda não conferiu o saldo inativo do FGTS tem algumas opções de consulta:

Internet: através do aplicativo que pode ser baixado no celular ou tablet, com sistemas operacionais Android, iOS e Windows Phone. Ou então pelo site da Caixa - na seção "Para trabalhadores", seguindo os seguintes passos: Acessar FGTS - Extrato do FGTS. Clientes da Caixa podem acessar pelo internet banking.

Telefone: 0800-726-0207

Presencial: basta ir aos postos de autoatendimento ou agências da Caixa tendo em mãos o Cartão Cidadão. #Dinheiro