Quem nunca gastou mais do que podia atire a primeira pedra! Com certeza, você já deve ter passado por essa situação alguma vez na vida, isso geralmente acontece devido à falta de um planejamento financeiro. Se você está passando por essa dificuldade, esse artigo o ajudará a ficar no controle novamente.

A palavra “orçamento” pode soar um pouco chata e antiquada, mas é realmente um dos fundamentos da vida adulta financeira. Não importa o quanto ou quão pouco seu orçamento é, você deve ter um controle de suas finanças e fazer escolhas inteligentes com o seu #Dinheiro. Mas você deve estar se perguntando “Como fazer um orçamento pessoal?” #dica #Finança

5 passos que você deve seguir

  • O primeiro passo é decidir como você deseja manter o seu orçamento. Para isso, sugerimos utilizar caneta e papel ou planilhas como o Excel. Essas são ferramentas básicas e uma boa maneira de começar a se organizar suas finanças.
  • O segundo passo é descobrir como você realmente está gastando o seu dinheiro. Se necessário, verifique o extrato bancário. Some todas as suas dívidas gastas com cartões de débito e crédito que são as mais fáceis de calcular, mas lembre-se também dos saques que realizou e das compras feitas em dinheiro, que são um pouco mais difíceis de calcular. Mas é onde normalmente há maior oportunidade de poupar dinheiro.
  • O passo seguinte é usar todos os dados que você coletou para criar um novo orçamento, organizando por categorias como despesas do carro, pagamento de contas, alimentos, entretenimento, etc. A mais fácil de descobrir é chamada de “Despesa fixa”, despesas que não mudam ou mudam muito pouco mês a mês, por exemplo, aluguel de imóvel, contas de água, luz, telefone. As mais difíceis de descobrir são as compras alimentos, livros, cinema, e shopping chamadas de “Despesas variáveis”.
  • Agora é hora de totalizar toda a sua despesa e subtrair pela sua renda total do mês e ver o quanto sobrou, e então tomar algumas decisões para economizar ainda mais, cortando seus gastos de coisas que não são realmente necessárias. Se você costuma sempre almoçar ou jantar fora, tente reduzir a frequência, por exemplo.
  • No último passo, você deve usar o seu novo orçamento para fazer escolhas financeiras inteligentes, visando economizar até um fundo de emergência. A cada semana, você pode desafiar a si mesmo a gastar menos e você terá um belo resultado no fim do mês.