Foi divulgado pelo Governo Brasileiro que a partir do ano de 2017 será possível sacar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço-FGTS. É uma inovação esperada por muitos trabalhadores, visto que a arrecadação ficava inutilizada para alguns, pois o Fundo, até então, só poderia ser utilizado e/ou sacado para fins específicos.

O #FGTS, como o nome já diz, é um fundo de garantia onde o empregador é obrigado a fazer depósitos mensais referentes à 8% do salário do empregado. Este depósito deverá ser feito na conta bancária da Caixa Econômica Federal aberta em nome do beneficiário. Quem quiser utilizar o benefício poderá fazer o #saque do valor integral que possui no Fundo diretamente na Caixa Econômica, nas lotéricas ou em postos de atendimento da Caixa.

Publicidade
Publicidade

Para isso, deverá observar o requisito estipulado de possuir o saldo inativo na conta desde 31 de dezembro de 2015, ou seja, o empregado não pode ter a carteira assinada desde esta data, não obtendo, portanto, qualquer depósito em conta.

Saque

O saque será feito no mês seguinte ao do aniversário do empregado, então, aqueles que nasceram em janeiro poderão retirar o benefício em fevereiro e assim sucessivamente. O saque do FGTS inativo foi uma medida tomada pelo Governo para amenizar o período de crise que o país vem enfrentando, com o intuito de dar aos beneficiários o livre arbítrio de utilizar o #Dinheiro como quiser. Contudo, para aqueles que não possuem planos específicos para este dinheiro, é aconselhável que o mantenha na conta pois o saldo possui um rendimento de 3% ao ano.

As pessoas beneficiárias do FGTS inativo são:

  • Vítimas de desastres naturais
  • Famílias que perderam um familiar
  • Conta inativa desde 2015
  • Pessoas que queiram utilizar este benefício para financiar um imóvel
  • Pessoas com diagnósticos de doenças graves ou em estado terminal

As pessoas elegíveis a receber o benefício devem prestar atenção em relação à liberação do Fundo de garantia por Tempo de Serviço, que estará à disposição na Caixa.

Publicidade

Para retirar, devem portar o documento Cartão Cidadão e a carteira de identidade.