O governo federal brasileiro anunciou na última quarta-feira (28), que vai desembolsar cerca de 1,2 bilhão de reais para a construção de novas prisões e uma modernização do sistema penal brasileiro. Os #investimentos ajudarão a reduzir a superlotação crônica nas prisões brasileiras.

"O desembolso desses recursos deverá permitir que as medidas e investimentos sejam implementados o mais rápido possível, não apenas para modernizar, mas também para humanizar as condições do sistema prisional em nosso país", disse Alexandre Parola, porta-voz do presidente Temer, durante uma conferência de Imprensa.

Segundo Parola, este será o maior investimento já feito no sistema penitenciário no Brasil.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o porta-voz do governo, cerca de 799 milhões de reais serão destinados para a construção de novas penitenciárias com o objetivo de reduzir a atual superlotação das cadeias do país.

Os funcionários do sistema prisional admitem que atualmente há um déficit de mais de 249.000 vagas no sistema prisional brasileiro. Um estudo divulgado pelo Conselho Nacional do Ministério Público, em 13 de dezembro, sobre as condições carcerárias no Brasil, mostra que a superlotação é agravada pelo número excessivo de prisioneiros temporários.

De acordo com a entidade, cerca de 40% do número total de presos em prisões brasileiras ainda estão aguardando julgamento, enquanto a média mundial é de cerca de 25%. O estudo também aponta que em 2015 havia pouco menos de 400 mil lugares nas prisões públicas para os presos, enquanto havia um total de 566,819 homens e mulheres encarcerados em diversas prisões brasileiras.

Publicidade

Espera-se que outros 321 milhões de reais sejam utilizados no treinamento de agentes prisionais e na aquisição de novos equipamentos, como scanners que substituirão as buscas físicas dos visitantes nas prisões. Nos últimos anos, as rebeliões nas prisões foram auxiliadas em parte por armas, telefones, celulares e mercadorias trazidas pelos visitantes.

O governo federal segue anunciando mudanças para o ano de #2017, uma delas foi o novo salário mínimo que aumentou para 937 reais por mês, o que corresponde a um valor de 31,23 reais por dia. Em 2016 o salário mínimo mensal era de 880 reais. #Economia