A Caixa Econômica Federal liberou o calendário de saques das contas inativas do FGTS. Inicialmente previsto para fevereiro, a data foi postergada com o objetivo de se organizar de maneira mais eficiente o cronograma que, assim como o do PIS, será de acordo com o mês de nascimento do trabalhador.

A liberação dos saques destas contas inativas faz parte do plano do governo federal de oxigenar a #Economia injetando recursos que até então permaneceriam parados até que cada trabalhador permanecesse por no mínimo três anos sem emprego formal. Assim sendo, terá direito a saque todo trabalhador que tenha pedido demissão ou tenha sido demitido por justa causa até o dia 31 de dezembro de 2015.

Publicidade
Publicidade

É possível consultar o saldo das contas inativas pelas agências Caixa, nos terminais de auto-atendimento com o cartão cidadão e pela internet com senha específica. Os recursos serão disponibilizados a todos os trabalhadores que tiverem direito até o meio do ano, já que o objetivo do governo é inserir tal montante na economia o mais breve possível.

Segue abaixo cronograma para saques de contas inativas do FGTS:

Nascidos em janeiro e fevereiro - saques a partir do dia 10 de março;

Nascidos em março, abril e maio - sacam em abril;

Nascidos em junho, julho e agosto - sacam em maio;

Nascidos em setembro, outubro e novembro - sacam em junho;

Nascidos em dezembro - sacam em julho.

Estima-se, de acordo com o governo, que 30 milhões de trabalhadores estão aptos a retirar os saldos das contas inativas, e que essa movimentação irá injetar diretamente na economia, ainda no primeiro semestre, em torno de 34 bilhões de reais.

Publicidade

Ainda segundo o Palácio do Planalto, 80 % dos recursos depositados em contas inativas são de até R$ 1.500,00; todos os valores poderão ser sacados integralmente.

A Caixa está no momento trabalhando na atualização de dados dos trabalhadores, já que a estimativa é de que, com a liberação dos saques, cerca de 3 milhões de pessoas a mais irão procurar as agências só no primeiro mês, por isso pede que os usuários entrem no site e atualizem informações e consultem seus valores já neste canal de atendimento. O objetivo da medida é tentar reduzir a procura diretamente nas agências, já que na maioria dos casos será possível consultar os valores e retirá-los através da internet e dos caixas eletrônicos com o cartão cidadão. #FGTS #Saques Contas Inativas