Ao contrário do que acontece em todo início de ano, a divulgação do calendário para saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço está atrasada. Tal fato causou estranheza em muitos contribuintes que nos anos anteriores conseguiam visualizar datas e valores ainda no mês de janeiro. A CEF informou que a divulgação será o mais breve possível mas ainda sem data para acontecer. Confira o que foi dito até agora.

Quem poderá sacar?

Os beneficiários que serão contemplados com o direito de sacar o fundo são apenas os que tiveram sua conta desativada até 31 de dezembro de 2015 ou os casos extraordinários que foram liberados pelo governo como o caso dos desabrigados em Florianópolis.

Publicidade
Publicidade

Quando os saques serão liberados?

Em relação aos saques do FGTS, o que se sabe até o presente momento é que eles serão liberados no máximo até março de 2017, de forma integral.

Para os casos extraordinários, é necessário checar a junta local do Ministério do Trabalho e #Emprego para mais informações de datas e documentos necessários.

Calendário oficial

É importante ressaltar que todos os calendários que estão circulando na internet (exceto para os casos extraordinários) são falsos. O calendário verdadeiro ainda não foi publicado e a expectativa para que isso ocorra até sexta-feira é grande.

Onde consultar e sacar?

Os valores para saque já podem ser consultados através do aplicativo do Fundo (que pode ser baixado através do Google Play e App Store) além dos sites da CEF e do próprio #FGTS que é administrado pelo governo.

Publicidade

No momento da consulta você precisará informar os números da carteira de trabalho e a senha cidadão. Caso não possua uma, é possível cadastrar uma nova na mesma hora.

Para sacar o FGTS será necessário ir até uma agência da Caixa na data e horário pré-determinado, munido de documentos pessoais como RG e CPF além da carteira de trabalho e cartão cidadão, caso possua. Não esqueça de levar também a senha cidadão.

Valores superiores a 3 mil reais serão liberados apenas na boca do caixa com autorização prévia. #Brasil