Será divulgado na próxima terça-feira (14) o cronograma com informações sobre saques de contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço). O anúncio será feito, no Palácio do Planalto, às 11 horas. A sequência dos saques será baseada na data de aniversário das pessoas que têm o direito ao dinheiro. Serão mais de 10 milhões de trabalhadores que irão realizar os saques, que estarão liberados a partir do mês de março.

Está previsto que até o mês de julho todos os trabalhadores já terão sacado seu #FGTS, segundo o ministro-chefe da Casa Civil, Elizeu Padilha. A Caixa Econômica Federal já está criando um site para dar assistência aos trabalhadores que irão sacar o FGTS.

Publicidade
Publicidade

A pessoa que possui conta na Caixa Econômica Federal terá o beneficio transferido automaticamente para sua conta, e beneficiado que não tem conta no banco fará o saque nos caixas de atendimento dentro das agências da Caixa. Segundo o governo federal, são 18,6 milhões de contas inativas, que somam R$ 41 bilhões em depósitos.

O governo sugere que os trabalhadores devem ir até uma agência da Caixa e consultar o saldo. Logo quando divulgou a medida, o setor de construção fez críticas a respeito da liberação do saldo dessas contas inativas do FGTS. O governo pretendia de início limitar o valor entre R$ 1 mil e R$ 1,5 mil, mas o presidente Michel Temer decidiu não por limites para os saques. Segundo ele, 86% das contas inativas possuem um saldo inferior a um salário mínimo correspondente de 2016 (R$ 880).

Publicidade

Poucos trabalhadores

De acordo com o Banco Santander, 1,2% das contas inativas do FGTS, que corresponde aproximadamente a 100 mil cotistas, possui saldo superior a R$ 17,6 mil, que somam em torno de R$ 20 bilhões do total estimado a ser liberado, ou seja, quase a metade de todo FGTS depositado em contas inativas.

Outros 94% das contas inativas têm seus saldos de no máximo R$ 3,5 mil. A liberação destas contas pode trazer um pequeno impacto com relação ao consumo e pagamentos de dívidas, já que o recurso se concentrará nas mãos de poucos trabalhadores, segundo economistas. #calendariofgts #Contasinativas