Na terça-feira (14), foi divulgado o calendário para saques de contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), o que tem contribuído para o aumento do movimento dos trabalhadores nas agências da #Caixa. Com o intuito de atender a demanda, a instituição havia anunciado que o banco iria funcionar normalmente nos final de semana para dar assistência aos beneficiários que vão sacar o FGTS de contas inativas liberado pelo governo federal.

Diante disso, os funcionários da Caixa foram solicitados a prestarem serviços durante fins de semanas, mas os funcionários da Caixa Econômica Federal no Estado de São Paulo terão o direito de optar por trabalhar ou não durante os sábados.

Publicidade
Publicidade

A #LIMINAR que garante o direito de opção pelos funcionários da Caixa foi dada pela juíza da 52ª Vara do Trabalho do Estado de São Paulo, Ana Carolina Nogueira da Silva. A liminar consiste em proibir a Caixa de exigir aos trabalhadores executarem suas funções aos sábados.

Os funcionários não serão exigidos a trabalhar neste sábado (18) nem nos dias 11 w 12 de março deste ano, segundo a decisão da juíza da 52ª Vara do Trabalho de São Paulo. O descumprimento da ordem pela Caixa resultará em multa de R$ 5 mil por dia a ser paga para cada funcionário que trabalhar nos finais de semana sem a decisão do próprio trabalhador.

O pedido de liminar foi feito pela Associação de Pessoal do Estado de São Paulo da Caixa (Apcef/SP).

Caixa realiza atendimento neste sábado

O banco da Caixa Econômica Federal publicou uma nota que as agências do Estado de São Paulo vão funcionar normalmente para atender aos trabalhadores que desejam tirar dúvidas quanto a realização de saques do FGTS em contas inativas e que não haverá interferência por parte da liminar.

Publicidade

A Caixa disse ainda que os funcionários que vão trabalhar neste sábado (18) optaram por trabalhar e não estão sendo exigidos a desempenharem suas atividades. A Caixa afirmou que durante o período de saques estará atendendo nos finais de semana.

Os saques serão liberados a partir do mês de março. Cerca de 32 milhões de pessoas terão direito ao recurso, segundo o governo. O governo calculou que o saldo nas contas inativas somam aproximadamente R$ 43 bilhões. O governo prevê que pelo menos R$ 34 bilhões desse total serão sacados pelos beneficiados do recurso até o final de julho de 2017. O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) retido que serão liberado é referentes até o mês de dezembro do ano de 2015.

A Caixa já publicou o calendário dos saques para o beneficio que foi programado de acordo as datas de aniversário dos trabalhadores que terão direito ao recurso. Para consultar se tem direito ao beneficio, o interessado deve acessar o site oficial da Caixa Econômica Federal e seguir as instruções apresentadas, ou através de aplicativos oferecidos em lojas virtuais na internet.