Há algum tempo não vemos mais no #Mercado a moedinha de 1 centavo, percebeu? O mercado culpa a crise e o consumidor, que, desconfiado da poupança e dos bancos, voltou a guardar suas moedas no velho porquinho de cofre das crianças. Mas verdade seja dita, a culpa é da Casa da Moeda Brasileira, que, com as crises seguidas, passou a ter mais custo de produção na moedinha do que o retorno do produto, seja por seu "sequestro" nos cofrinhos ou perda fácil e desvalorização nas ruas.

O próprio custo do cunho da moeda chegou a 3 centavos por cada 1 centavo, ficando inviável. Até mesmo o velho hábito dos caixas de oferecer "troco em bala" entrou em extinção.

Publicidade
Publicidade

Com a inflação, não existe mais nenhum produto no mercado que custe apenas 1 centavo, nem uma balinha de maçã verde. Então, quando você vê uma oferta e compra um bombom por R$ 0,99, se ilude que está economizando, quando está perdendo 1 centavo!

Mas tem uma matemática simples que você pode fazer e jamais perder 1 centavo nas compras. Siga essas #Dicas!

1 - Sempre que for ao mercado, leve com você uma lista de compras com tudo anotado, e, se possível, tenha em mãos a calculadora do celular e uma caneta.

2 - Nunca deixe de levar a bolsinha com moedas de R$ 0,05, R$ 0,10, R$ 0,50 ou R$1,00.

3 - Agora organize sua lista de compras da seguinte maneira: separe 5 ou 10 itens apenas para ofertas com 99 centavos no final. Supondo que sua compra seja de 7 itens, 5 deles com preços a 99 centavos de troco e 2 itens à peso, já vou explicar.

Publicidade

Exemplo:

Biscoito 1,99

Leite 2,19

Café 7,99

Refrigerante 4,99

Manteiga 5,29

E 2 itens cujo preço é de acordo com o peso a kilo

Melão a kg

Queijo a kg

Somando os 5 primeiros ítens: 22,45

Caso fossem 2 itens de cada, somando 10 itens, quanto ficaria a conta?

R$ 45,00

Ou seja, se você comprar produtos em grupos de 5 a 10, sempre terá um multiplicador para o algarismo 9 que termine em 0 ou 5, e por isso tenha sempre moedas em mão e não haverá desculpa do caixa para errar no troco!

Os 2 itens a mais da minha lista de exemplo, você destina a produtos a granel, mas nem por isso perde o 1 centavo, basta somar os itens de modo que a conta sempre feche em 0 ou 5.

Exemplo:

Melão 253 G = R$ 3,72

Queijo Minas 449 G = R$ 14,88

Somando ambos: R$ 18,60

Mais sua outra compra de R$ 22,45, total: R$ 41,05.

Viu? Dessa maneira você nunca mais vai dar lucro espontâneo aos supermercados.