Dica 01: Fuja das ofertas de ocasião

Se você já planejou o que irá fazer com o seu FGTS, procure não se render a ofertas que aparecerem enquanto você estiver com seu #Dinheiro. Gaste sim, mas, com responsabilidade! As ofertas de ocasião são promoções e anúncios com produtos aparentemente bons e necessários a preços absurdamente atraentes. Mas, você não precisa adquirir qualquer produto apenas porque possui dinheiro para tal. Parece simples, mas, a maioria das pessoas não pensa duas vezes em gastar quando encontra uma oferta e se esquece de se perguntar se realmente aquilo é necessário. Um bom hábito é sair com pouco dinheiro e pensar em casa sobre a aquisição ou não de algum produto ou serviço para decidir depois.

Publicidade
Publicidade

Evite o impulso!

Dica 02: Resolva seus problemas primeiro

Sim, claro. Dinheiro sobrando pode ser sinônimo de problemas resolvidos. Então, sabe aquela fatura atrasada ou aquela compra em 24 vezes no cartão que você realizou e não se preparou bem para o pagamento? Pague-as. Você pode pagar uma conta atrasada ou até antecipar aquelas que ainda não venceram. Assim você organiza sua vida e se planeja melhor para tomar decisões mais acertadas no futuro. Muitos economistas acreditam que uma boa parte das pessoas que irão sacar seus saldos irão pagar suas dividas com eles. Isso é uma boa estratégia já que o endividamento excessivo é um problema tão latente em nosso país. Então, priorize-se e novamente faça as escolhas certas.

Dica 03: Faça o dinheiro trabalhar por você

Você sabia que o dinheiro pode “trabalhar” por você.

Publicidade

Sim, ele pode! Pense o seguinte, assim como quando você toma um dinheiro emprestado no banco, a dívida é acrescida de juros que devem ser pagos por você, quando é o seu dinheiro que está sendo emprestado, os juros farão que seu dinheiro renda e aumente ao longo do tempo. E existe uma infinidade de operações onde é possível o empréstimo do seu dinheiro. O investimento mais conhecido em nosso país é a poupança que, mesmo não sendo um investimento tão atrativo devido seu baixo rendimento, ainda é considerado por muitos o mais simples e seguro.

Ao colocar o seu dinheiro na poupança, ele irá render cerca de 0,5% ao mês e seu rendimento não acompanha a inflação se tornando desvalorizado quando a inflação aumenta. Mas, existem outros tipos de investimentos para aqueles que não possuem maiores entendimentos acerca do assunto. Outro investimento que está se popularizando atualmente é o Tesouro Direito que é o investimento em títulos do governo e pode ser feito por qualquer um, já que seu valor mínimo é apenas R$ 30 e possui rentabilidade maior que a poupança e também a maior rentabilidade dentre os investimentos de baixo risco.

Publicidade

Então, é importante que o leitor se informe sobre as melhores opções para seus investimentos e realize a escolha certa para fazer com que seu dinheiro trabalhe para você.

Dica 04: Empreenda!

Finalmente chegamos a nossa quinta e ultima dica e o assunto aqui será empreendedorismo. Sim, empreendedorismo é um assunto bastante difundido em nosso país e está sendo responsável pelo sucesso e emancipação financeira de muitas pessoas. Mas, o empreendedor não é aquele cara louco que tem uma ideia e, do dia para noite inicia um projeto. O empreendedor é uma pessoa racional, que pesquisa seu mercado e determina as melhores alternativas para o seu negócio. Geralmente o empreendedorismo está ligado a algum talento em desenvolvimento. Então, se você gosta de prestar serviços como manicure, por exemplo, é possível que o dinheiro sacado de seu FGTS seja um pontapé inicial para que você compre os materiais necessários e comece a empreender com suas habilidades.

Espero que estas linhas tenham sido proveitosas aos leitores e que boas ações sejam realizadas em decorrência do tão esperado saque das #Contas Inativas do #FGTS.