Infelizmente, o começo de 2017 não está sendo dos melhores para muitos brasileiros. O país ainda está numa gangorra econômica, procurando equilibrar suas contas e por a casa em ordem. E a mesma situação acontece com o cidadão e #trabalhador, sem contar que muita gente se encontra desempregada.

Mas com o anúncio do governo de liberar o saque do #FGTS inativo, muita gente se animou um pouco, já que a retirada vai ajudar um pouco no orçamento, que está bastante apertado neste começo de ano, e vai ajudar muito a equilibrar as contas.

Sem burocracia e sem filas

Para facilitar, já foi informado que os tralhadores que já possuem conta (corrente e/ou poupança) na Caixa Econômica Federal, terão o FGTS creditado diretamente nas mesmas. A medida está sendo tomada para reduzir o número de pessoas que se dirigirão as agências afim de solicitar o saque das suas contas inativas do FGTS e assim reduzir o grande fluxo que será gerado neste atendimento.

Como será o saque?

Quem possui saldo de até 1.500 reais poderá sacar direto no caixa com a senha do cartão cidadão, já os valores maiores, que variam entre 1.500 e 3.000 reais, o saque será feito na caixa ou agências lotéricas. Sobre os valores maiores que 10.000 reais, será preciso apresentar a carteira de trabalho ou documento que comprove o fim do vínculo trabalhista.

Não tenho conta na Caixa, como devo proceder?

Os não correntistas deverão indicar uma conta de outro banco para que o depósito seja feito, regra que vale para qualquer valor e que não terá nenhum custo adicional. Esta medida vai permitir mesmo os saques de contas ainda ativas mas que não estavam recebendo depósito até o final de 2015.

Há muita gente ainda confusa sobre como deve proceder para o saque do FGTS, mas, nesta terça feira (14), foi informado pela Caixa todos os detalhes, juntamente com o calendário dos saques.

Calendário de saques:

A partir de 10 DE MARÇO - Nascidos em janeiro e fevereiro.

A partir de 10 DE ABRIL - Nascidos em março, abril e maio.

A partir de 12 DE MAIO - Nascidos em junho, julho e agosto.

A partir de 16 DE JUNHO - Nascidos em setembro,outubro e novembro.

A partir de 14 DE JULHO - Nascidos em dezembro. #Economia