Todo #trabalhador brasileiro, com contrato de #Trabalho registrado em Carteira de Trabalho, tem direito ao #FGTS. O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço é um depósito mensal, referente a um percentual de 8% do salário do empregado, que o empregador fica obrigado a depositar em uma conta bancária no nome do empregado, que deve ser aberta na Caixa Econômica Federal.

Em 22 de dezembro de 2016, uma lei, que dispõe sobre o FGTS, permite que as contas inativas de contratos de trabalho, possam ser movimentadas pelo trabalhador. Antes só era permitido o saque de depósitos provenientes de contratos de trabalho a pedido do empregador, desde que ficassem sem movimentação por três anos seguidos.

Publicidade
Publicidade

A nova lei para o trabalhador visa também distribuição de lucros do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Atualmente, o rendimento das contas recebe o total de juros de 3% (até dois anos) a 6% ao ano (a partir do décimo primeiro ano), conforme o tempo de permanência no mesmo emprego.

Com a mudança, o Conselho Curador da Caixa Econômica Federal terá que distribuir uma parte do resultado positivo autenticado pelo FGTS, mediante crédito nas contas vinculadas de titularidade dos trabalhadores. No entanto a apuração do resultado do “lucro” autenticado pelo FGTS, para fins de distribuição, só será calculado depois de descontado o valor desembolsado com o Programa Minha Casa, Minha Vida.

Segundo o jornal, o calendário será divulgado a qualquer momento, na próxima terça-feira (14), em uma cerimônia do Palácio do Planalto.

Publicidade

Será divulgado também o site para os trabalhadores, onde poderão acessar a sua conta e ver seu FGTS. Também terá muitas dicas para todo trabalhador que quer usufruir deste dinheiro.

Trabalhadores que não possuem dinheiro em suas contas antigas é porque já fizeram saques e os que tiveram os contratos de trabalho finalizados a partir de 01/01/2016 não serão beneficiados pela medida e ficarão sem o "presente de Páscoa".

Para os cidadãos que poderão efetuar o saque do dinheiro, o novo sistema já estará disponível e poderá ser verificado até o final de fevereiro.