A partir da próxima quinta-feira (16) os trabalhadores que nasceram nos meses de maio e junho terão o direito de sacar o abono salarial do PIS (Programa de Integração Social). E também serão pagos os rendimentos do saldo de quotas do PIS para aqueles trabalhadores que foram cadastrados até 04 de outubro de 1988.

Como saber se tenho direito ao PIS?

Para saber se tem direito ao abono salarial, os trabalhadores poderão consultar o site da #Caixa Econômica Federal ou através do telefone 0800 7260207.

Onde receber o abono salarial?

O saque do PIS para aqueles trabalhadores que têm direito e nasceram nos meses de maio e junho, estará disponível na próxima quinta-feira e poderá ser feito nas agencias da Caixa Econômica, lotéricas ou caixas eletrônicos da Caixa Aqui, o uso do cartão cidadão é indispensável.

As pessoas que têm direito ao beneficio e possuem contas correntes na Caixa receberão automaticamente seu #Dinheiro em conta, lembrando que a conta não pode ser conjunta e nem estar negativa.

Como funciona o abono?

O abono salario do PIS é pago para trabalhadores que tem, no mínimo cinco anos de cadastro no PIS e receberam uma média mensal de até dois salários e tenha trabalhado ao menos 30 dias em 2015. É muito importante que os dados cadastrais dos trabalhadores estejam corretamente informados ao Ministério do Trabalho através da RAIS (Relação Anual de Informações Sociais).

Lembrando que os trabalhadores que nasceram em maio e junho são os últimos a receberem o abono referente contratos de trabalho do ano de 2015. O calendário para pagamento teve inicio em julho do ano de 2016 e será finalizado em 30 de junho desse ano.

O que são rendimentos do PIS?

Quando o trabalhador não efetua o saque até o dia 30 de junho do ano, o valor é incorporado ao saldo de quotas para disponibilidade e atualização no próximo ano.

Conheça as novas regras

O Governo Federal estabeleceu novas regras para o valor do beneficio, que passar a ser associado á quantidade de meses trabalhados no exercício anterior. Ou seja, para receber o valor total o trabalhador deverá ter trabalhado o ano base por completo. #Governo