Depois de alguns meses de espera, a partir de sexta-feira, 10, os primeiros trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro poderão começar a sacar valores de suas contas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) inativas, aquelas contas que o funcionário pediu #Demissão ou que foram dispensado por justa causa até 31 de dezembro de 2015. Estima-se que são cerca de 4,8 milhões de trabalhadores que tem o direito a saque.

Essa liberação foi prometida pelo governo no final do ano passado com o intuito de voltar a aquecer a #Economia, pois muitos trabalhadores vão poder usar esses valores para qualquer finalidade, desde gastar ou investir, onde se a pessoa investir na poupança vai ter uma rentabilidade bem maior do que deixar no FGTS.

Desde a divulgação as agências da #Caixa tem tido um aumento de demanda, onde vários trabalhadores estão procurando para tirar dúvidas. A Caixa ainda irá abrir em alguns sábados esporádico para atender a demanda exclusiva dessas contas, além ampliar o atendimento em duas horas.

Dependendo do valor os trabalhadores poderão sacar nos autoatendimento e as Casas Lotéricas, se o valor for de até R$ 1500,00 para receber poderão sacar os valores diretamente nos autoatendimentos das agência, apenas com a senha do Cartão do Cidadão, sem o cartão necessariamente, mas se o valor estiver entre R$1501 à R$ 3000,00 obrigatoriamente será necessário do cartão para sacar no autoatendimento, e evitar as filas que devem formar dentro das agências, o cartão pode ser solicitado através do telefone 0800 726 0207.

Valores acima de R$ 3000,00 deverão ser sacados dentro da agência, mas se você é cliente da Caixa, os valores serão creditados diretamente em suas contas, para você saber se tem direito as contas inativas pode acessar o site http://www.caixa.gov.br/contasinativas/ ou através do telefone 0800 726 2017.

A liberação das contas inativas segue a tabela abaixo:

Trabalhadores nascidos em:

Janeiro e fevereiro a partir de 10/03/2017;

Março, abril e maio a partir de 10/04/2017;

Junho, julho e agosto​​ a partir de 12/05/2017;

Setembro, outubro e novembro a partir de 16/06/2017; e

Dezembro a partir de 14​/07/2017

​​Ao total serão mais de 30 milhões de trabalhadores em todo o país terão direito a sacarem esse dinheiro para fazer o que quiserem, o governo estima que são R$43,6 bilhões injetados na economia.