O prazo para declarar o imposto de renda iniciou-se dia 2 de março, e finalizará no dia 28 de abril. Tanto quem é experiente em preencher as #informações, como quem vai fazer pela primeira vez, deve prestar atenção às novidades desse processo.

O que é o Imposto de Renda?

É um tributo cobrado com base em uma porcentagem da renda anual de uma pessoa física ou jurídica.

O valor recebido desse imposto não é destinado a um lugar específico. Ele abrange todas as áreas. Propõe investir no desenvolvimento urbano, saúde, educação, esporte, desenvolvimento social e obras públicas.

A responsabilidade desse imposto é da Receita Federal.

Publicidade
Publicidade

Quem deve declarar?

- Toda pessoa física ou jurídica que tiver recebido em 2016 uma renda igual ou maior que R$ 28.559,70.

- Quem recebeu acima de R$ 40.000,00 de rendimentos isentos ou não tributáveis em 2016.

- Quem obteve ganhos em bolsas de valores, mercadorias, bens ou direitos em 2016.

- Os que, em atividade rural, obtiveram receita bruta de valor igual ou superior a R$ 142.798,50.

- Todos que se apossaram de uma propriedade de valor acima de R$ 300.000,00.

- Quem passou a residir no território brasileiro no ano de 2016.

Como eu declaro meu Imposto de Renda?

Reserve um período do seu dia para realizar sua declaração com calma.

Em mãos, tenha os documentos pessoais, comprovantes de rendimentos (salários, aposentadoria, investimentos, renda de imóveis, etc), comprovantes de compra de bens como imóveis e veículos.

Publicidade

Acesse o site da Receita Federal (idg.receita.fazenda.gov.br) e faça o download do programa clicando em “Download do Programa”.

Ao iniciar, você precisará preencher todos os dados solicitados pelo formulário. Depois, enviar os arquivos que comprovam as informações. E pronto, está feito.

Importante saber

- São multados aqueles que não fizerem a declaração dentro do prazo.

- Devido à grande quantidade de pessoas acessando o sistema, ele pode travar vez ou outra.

- Os contribuintes terão de informar todos seus dependentes, incluindo cônjuge, filhos e enteados. Informações mais detalhadas estão disponíveis no site da Receita. #2017 #impostoderenda