O mercado de #suplementos alimentares no Brasil, apesar de novo, é muito promissor e vem crescendo a cada ano. Nos Estados Unidos, o maior mercado do setor, 68% das pessoas fazem uso de suplementos alimentares de forma habitual e, no Brasil, dados já apontam que 54% dos Brasileiros já incluíram os suplementos a sua rotina de acordo com pesquisa inédita realizada em setembro de 2016 pela Toledo&Associados.

Participaram do levantamento 1.007 brasileiros com mais de 17 anos, de todos os níveis sociais e regiões do país. Sobre os hábitos cotidianos, 53% dos participantes afirmaram manter uma alimentação saudável e 55% praticam algum tipo de atividade física.

Publicidade
Publicidade

Mercado em Crescimento

Pensando nesse mercado em crescimento, mesmo em meio a crise, a marca de suplementos nacional Midway, seguindo exemplo do renomado empresário Marcelo Bella com a marca Black Skull, começa seu processo de internacionalização, abrindo suas portas nos Estados Unidos e começando uma nova fase. A nova Midway USA, chega ao Brasil fechando uma parceria milionária com o grupo Netshoes através de seu diretor comercial Marcelo Chammas.

“Com seu reconhecido know how em logística e grande capacidade de armazenagem e distribuição, a Netshoes é a parceira ideal para os ambiciosos planos da Midway USA no Brasil. Com eles, aumentaremos nossa eficiência na distribuição junto ao B2B, ampliaremos nossa presença e poderemos oferecer, a um público cada vez mais amplo, produtos de alta qualidade, importados diretamente de nossas fábricas nos Estados Unidos”, disse Julio Cole, vice-presidente da Midway USA.

Publicidade

A nova empresa começa a conquistar no Brasil formadores de opinião do mercado de suplementação nutricional como o empresário Felix Bonfim, mais conhecido como "Caçador de farinheiros" por seus seguidores na internet, pelo incansável trabalho de testes e laudos em marcas de suplementos nacionais e importadas.

"Empresa que nasceu no Brasil, hoje produz uma linha de suplementos 100% americana, com as linhas Midway Labs USA e Military Trail, onde já se encontram sendo vendidas em mais de oito países e, recentemente, patrocinaram um dos maiores eventos conhecidos do mercado o Arnold Ohio 2017. Hoje a empresa investe pesado em todos os seguimentos do mercando de suplementos no Brasil para popularização do mesmo, contando com atletas, atores globais, modelos e formadores de opinião, para que toda a população tenha acesso aos benefícios do suplemento." Discorre o empresário em sua página no Facebook.

Atletas já renomados como Felipe Franco estão migrando também para a renovada empresa.

Com presença em mídia social, artistas, além do jogador Kaká, a empresa possui uma bela verba para marketing.

Publicidade

Deste mercado de suplementos, a Midway USA Labs é a que mais investe em publicidade e marketing no Brasil, com mais de R$ 30 milhões", afirma Wilton Colle, presidente da Midway USA.

O mercado de suplementos esse ano deve ter um crescimento aproximado de 20% e a renovada #Midway quer terminar o ano de 2017 como líder e emplacar títulos como o premio Corpo Ideal 2016-2017 e outros.

Hoje a nova Midway emprega mais de 2.500 funcionários na Europa, e nas Américas do Sul e Norte, bem diferente da antiga casa criada em 1991, em que estava muito longe de alcançar o topo, e ao longo da sua história a marca teve alguns tropeços, maus investimentos em mídia e queda nos laudos da Anvisa.

Mas ao que parece, a empresa renovada vem com muita agressividade esse ano, com produtos revolucionários que já passaram sem problemas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Com muitas marcas nacionais que já comprovaram sua eficácia como Integral Médica e Max Titanium e outras tantas importadas, a Midway USA, agora nos Estados Unidos promete trazer produtos importados com preços abaixo de nacionais, será? Em um mercado tão competitivo, ter outras empresas fortes faz bem à economia e ao consumidor final. #nutrição