Se você não sabe que tem direito a uma conta gratuita, não se culpe, a culpa não é sua, e sim dos bancos, que não fornecem este tipo de informação. Os bancos nacionais são obrigados a oferecer serviços gratuitos a pessoas físicas e naturais desde 2008, de acordo com a Resolução 3.919/2010, estabelecida pelo Banco Central. A Resolução 3.919/2010 veio depois da resolução 3.518/2007, que entrou em vigor em 2008.

A conta Corrente gratuita disponibilizada pelos bancos de acordo com o Banco Central tem as seguinte funções:

  • Um extrato anual;
  • Dois extratos mensais;
  • contendo a movimentação dos últimos trinta dias;
  • Duas transferências de saldo entre contas do mesmo banco;
  • Quatro saques;
  • Dez folhas de cheques;
  • Fornecimento de cartão com função débito;
  • Compensação de cheques;
  • Consultas ilimitadas pelo Internet Banking.

Os Documentos necessários para abrir a conta gratuita são:

CPF;

RG;

Comprovante de endereço;

E um comprovante de renda (apenas alguns bancos pedem este tipo de documento)

O cidadão que quiser se tornar um cliente de qualquer Banco tem o direito a todos estes serviços.

Publicidade
Publicidade

Lembrando que você não deverá pagar por ela. Você apenas irá pagar se os serviços excederem ao pacote gratuito.

O site R7.com fez uma consulta aos principais bancos nacionais para ver se eles cumprem com as normas estabelecidas pelo Conselho Monetário Nacional. Os bancos Bradesco, Santander, Itaú, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e HSBC disseram cumprir com as determinações do Banco central. É claro que nenhum banco vai dizer o contrario, pois estariam forjando provas contra si. O curioso é que poucas pessoas sabem que possuem este direito.

Realmente as pessoas desconhecem este fato. Procure se informar, para que assim você não esteja a merce de bancos.

Bancos também não podem cobrar tarifas aos clientes nos seguintes serviços: #Economia #Notícias #Bancocentral

  • Tarifa de Liquidação Antecipada
  • Tarifa de Emissão de Carnês e Boletos (TEC)
  • Tarifa de Abertura de Crédito (TAC)
  • Tarifa de atualização de cadastro
  • Taxa de manutenção sobre contas inativas
  • Tarifa de manutenção em conta salário
  • Taxa de manutenção de conta-corrente