Nestes tempos de crise econômica, as #outlets e lojas virtuais se tornaram boas opções para compras com preços mais em conta que os shoppings centers sem perder a qualidade para quem gosta de se vestir bem sem gastar muito.

O diferencial do outlet está na oferta de produtos de qualidade, muitas vezes de coleções anteriores, por preços baixos, numa relação custo benefício, em que tanto consumidor quanto comerciante saem com vantagem.

Agencia Brasileira de Outlets

Segundo estimativa da Agência Brasileira de Outlets (About), o #Faturamento do setor de outlets no Brasil deve crescer 40% em 2017, passando para R$ 4,5 bilhões, em razão do ambiente econômico de crise que leva o consumidor atrás de alternativas mais baratas de consumo.

Publicidade
Publicidade

Em 2016, o faturamento foi de R$ 3,2 bilhões.

“A crise na economia brasileira tem ajudado no crescimento das vendas em outlets, em razão do consumidor ficar mais atento aos preços”, disse André Costa, sócio fundador da About.

Em Santo André, Grande ABC Paulista, a RED’O Outlet é uma das opções onde são encontradas peças de vestuário nacionais e importadas com até 70% de desconto. “Cerca de 90% dos nossos produtos tem preços muito abaixo do mercado para conseguirmos concorrer com os produtos que vêm do exterior, principalmente da China”, afirma o proprietário da loja Rafael Maita Ferreira.

Um dos pontos interessantes da marca é que onde funciona a sede da empresa e loja no Parque Jaçatuba, em Santo André, era um dos mais tradicionais bares de rock do Grande ABC onde se transformou em confecção de roupas.

Publicidade

Segundo Maita Ferreira, a marca traz algumas camisetas com estampas de banda de rock como The Doors, Beatles, e algumas delas produzidas pelo próprio proprietário em homenagem ao antigo bar.

Agora que precisa de um biquíni novo ou uma roupa fitness para praticar esportes, a Maria Chickinha é uma opção em Santo André.

Mercado virtual

Já as lojas virtuais têm a vantagem de oferecer produtos de coleções atuais por preços acessíveis como as outlets, ainda com a comodidade do consumidor receber o produto em casa e não precisar se deslocar até o local. Outra vantagem é que as lojas virtuais são abertas 24h, como é o caso da VLCS, de Rio Claro, interior de São Paulo. Com coleções atuais e preços mais acessíveis que lojas de shoppings.

Para manter uma loja virtual funcionando o custo é até 90% menor que uma loja física, por não precisar pagar aluguel, segurança e menos funcionários. #Crise econômica