A presidente de uma das empresas mais lucrativas do país pode deixar de fazer um investimento milionário em um clube de futebol. Leila Pereira é dona da #Crefisa e da FAM (Faculdade das Américas), o patrocínio é na equipe paulista "#Palmeiras" e a empresa Crefisa concede R$ 70 milhões a cada início de temporada, mais cerca de R$ 80 milhões por mês para a marca ficar estampada na camisa dos jogadores e técnico, fora os salários da maioria dos reforços para a nova temporada da equipe, que são pagos pelo patrocínio master.

O patrocínio da Crefisa em cima do Palmeiras é considerado, pela própria presidente em entrevista para o "Esporte Interativo", o maior das Américas, já que esse investimento da empresa no clube é comparado com os feitos em clubes europeus, onde a #Economia é bem mais avançada, o que possibilita maior investimento em publicidade.

Publicidade
Publicidade

Agora o patrocínio milionário da empresa pode ser encerrado, após uma ameaça que Leila fez à diretoria do clube.

Motivo que pode tirar o patrocínio do Palmeiras

Em entrevista para o canal fechado "Esporte Interativo", a presidente das empresas Crefisa e FAM, contou da confiança que tem no diretor de futebol do Palmeiras Alexandre Mattos, e que ele é o melhor do Brasil, no momento.

"Caso a diretoria do Palmeiras demita o Alexandre, irei rever os meus investimentos em contratações para o clube, já que a confiança diminuirá muito", conta Leila Pereira.

Isso se dá porque, após muitas contratações, nenhum jogador que faça a diferença veio para a equipe e com tanto investimento no clube, os torcedores pedem um grande nome para defender o time no restante da temporada, porém, o nome que mais empolgou a torcida do clube foi o Felipe Melo, que vem perdendo espaço no elenco titular do técnico Cuca.

Publicidade

Retorno financeiro para a empresa

Na entrevista, Leila contou se os investimentos exorbitantes feitos no futebol dão retorno para a empresa, já que muitos empresários se questionam como é possível uma empresa gastar tanto em publicidade, mas a presidente da Crefisa afirmou que tem mais lucro do que gastos e isso fez a marca ficar muito famosa, além da FAM (Faculdade das Américas) ter se tornado nacionalmente conhecida pelos estudantes.

Leila Pereira ainda deu dica para as empresas investirem mais no futebol, pois só não fazem isso por medo de sair no prejuízo. Ela ainda afirmou que é empresária e não herdeira, indicando que sabe o valor do dinheiro e não rasga notas.