Em tempos de crise econômica, reduzir os custos é fundamental. Ainda mais se temos filhos. Este artigo traz #Dicas de como economizar e fazer boas escolhas na hora de comprar roupas para o seu filho(a). Confira:

Dica 1: Aposte em grupos de desapega nas redes sociais - É possível encontrar peças em bom estado, brinquedos, artigos para festas, decorações, fantasias entre outros itens que seu filho ou filha possa vir a usar. Faça parte de diversos grupos que são destinados a este tipo de compra e venda.

Peça fotos do produto, fique atenta ao tamanho do produto (no caso de roupa ou fantasia) e se certifique de que está fazendo uma boa escolha.

Publicidade
Publicidade

Você também poderá vender as roupas ou desapegar de coisas que não são mais úteis para seu filho. Muitas pessoas optam por trocas, o que muitas vezes acaba sendo bom para ambas as partes.

Dica 2: Aproveite as promoções - Está cada vez mais comum nos depararmos com anúncios de ofertas. Então, fique atenta e não perca nenhuma oferta. Lembre -se que o bom, bonito e barato faz a diferença.

Dica 3: Prefira roupas versáteis - Algumas peças e cores de roupas são primordiais em qualquer guarda-roupa, por exemplo: calça jeans, saia jeans, shorts jeans, camiseta branca, calça preta, bermuda jeans. Quanto aos tons, prefira preto, branco, marrom e cinza. Você poderá fazer diversas combinações.

Dica 4: Fique atenta as estações - Com as mudanças de estações, o preço das roupas e sapatos aumentam. A sugestão é comprar roupas de verão no inverno e roupas de frio no verão.

Publicidade

Parece estranho, mais é invertendo as compras que conseguirá as melhores promoções.

Dica 5: Planejamento - Sempre verifique as roupas no guarda-roupas do seu filho ou filha, veja o que lhe falta e o que está em excesso. Faça uma lista do que é necessário comprar e compre somente o que estiver na lista.

Já as roupas que a criança usou pouco ou não usará mais doe ou venda. Caso queira vender ou doar, lave as roupas, empacote e coloque etiquetas.

Dica 6: Sugira roupas de presente - Isso nem sempre agrada as crianças, porém agrada os pais e ajuda bastante.

Dica: 7: Use o bom senso - Faça compras que não comprometam seu orçamento, evite o modismo, esqueça os personagens e economize sem abrir mão da qualidade.

Dica 8: Custo e benefício - Antes de realizar as compras pesquise bastante os preços e leve em consideração o gosto da criança.

Inove, apreenda e economize. Gostou do artigo? Compartilhe com os amigos. #Curiosidades #Crise econômica