A #Grécia, pequeno país situado nos Bálcãs, sudeste da Europa, tem uma inclinação inequívoca às atividades ligadas ao #Turismo e promoção de sua história e belezas naturais, como bem comprovam os números divulgados constantemente pelo governo local e entidades ligadas ao estímulo e suporte dos viajantes que desejam ir para a República Helênica, um dos nomes oficiais da Grécia.

Por outro lado, seria mais do que interessante poder unir tradição, cultura e a apreciação dos monumentos e antiguidades milenares dos gregos frente ao que se tem de mais moderno no mundo virtual, destacando-se o acesso do #wi-fi à internet.

Mas é isso mesmo que o governo da Grécia e a iniciativa privada farão nos mais importantes sítios arqueológicos e museus da nação, muitos dos quais são tombados e considerados como patrimônio mundial da humanidade.

Publicidade
Publicidade

Os locais citados passarão a contar com o acesso Wi-Fi à Internet ainda neste verão de 2017 no hemisfério Norte, estação do ano em que a Grécia recebe milhões de turistas dos quatro cantos do mundo, o que é importantíssimo para a injeção de capital na economia local.

As informações foram confirmadas pelo Ministério da Cultura grego na última terça-feira, 18 de julho.

A disponibilidade da tecnologia Wi-Fi à internet estará presente em locais bastante conhecidos, inclusive dos viajantes e turistas brasileiros, tais como: Akrotiri, na ilha paradisíaca de Santorini; Santuário de Delfos, chamado de “umbigo do mundo”, e Delos; Museu Bizantino e Cristão na capital grega, Atenas; Museu Arqueológico, que fica na cidade com ares medievais da ilha de Rodes, pertencente ao arquipélago do Dodecaneso.

A título de curiosidade, a palavra “Dodecaneso”, em tradução do grego moderno significa “doze ilhas”, indicando a quantidade principal de ilhas que compõem o arquipélago em questão.

Publicidade

O projeto em si foi idealizado pelo provedor de serviços móveis da Grécia “Cosmote”, que investirá o equivalente a 2 milhões de euros na empreitada.

Depois que os locais acima citados estiverem com o acesso ao Wi-Fi, encontram-se na fila para a mesma disponibilização os sítios arqueológicos em Cnossos, situado na maior ilha grega, que é Creta; o Cabo Sounion na Ática, onde está situado o templo fabuloso do deus mitológico grego Poseidon; os túmulos reais em Vergina, no norte do país; o Museu Arqueológico Nacional e a antiga Olímpia, berço dos jogos olímpicos.

Também constam da lista os museus arqueológicos de Iraklio, em Creta, e de Thessaloniki, que é a 2ª maior cidade do país, capital da Macedônia, a Acrópole em Lindos, também na ilha de Rodes, o antigo anfiteatro de Epidauros, na Acrópole de Micenas, em Spinalonga, o Museu de Cultura Bizantina da antiga Dodoni e de Corinto, este último na porção Sul do país.

Mosteiro e Museu de Blattádwn em Thessaloníki, Grécia