Aguardado por milhares de brasileiros ansiosos pela divulgação oficial do benefício, o calendário do PIS 2017/2018 foi divulgado na última semana pelo Ministério do Trabalho em parceria com a Caixa Econômica Federal através do Diário Oficial da União. O Programa de Integração Social (PIS) é um abono salarial oferecido anualmente ao trabalhador que exerce atividade remunerada registrada na carteira de até dois salários mínimos. Para ter acesso ao benefício, o cidadão deve ter registro no PIS por pelo menos cinco anos e assinatura na Carteira de Trabalho e Previdência Social (CPTS) durante todo esse período.

Como de costume, o calendário é divulgado pelos órgãos no mês de julho e, no mesmo mês, o benefício começa a ser pago.

Publicidade
Publicidade

Os valores variam entre R$ 78 e R$ 937 e são pagos de acordo com o tempo de trabalho exercido no ano base do benefício, neste caso, em 2016. Ou seja, quem trabalhou apenas trinta dias durante o ano passado vai receber o valor mínimo do abono. Já quem trabalhou durante todo o ano tem direito ao teto do benefício.

Quem nasceu entre os meses de julho e dezembro poderão sacar os valores ainda neste ano. Já para os aniversariantes de janeiro a junho, o abono estará disponível para saque já no durante o primeiro semestre de 2018. Confira o calendário abaixo:

Saque

Para retirar o valor é muito simples. Correntistas na Caixa Econômica têm o benefício depositado diretamente na conta, dois dias antes da data estipulada pelo calendário. Os trabalhadores que possuem Cartão Cidadão podem fazer o saque direto em um caixa eletrônico da Caixa seguindo o calendário oficial.

Publicidade

Já para aqueles que não se enquadram em nenhuma das situações acima, basta comparecer a uma agência do banco munidos de documento de identificação com foto, carteira de trabalho e número do PIS.

De acordo com estimativas do Governo, cerca de 24 milhões de cidadãos terão acesso ao abono. Aproximadamente R$ 17 bilhões serão destinados para o pagamento do benefício.

Investimento

O pagamento do PIS é muito importante tanto para os cidadãos que são beneficiados por um valor extra, quanto para a #Economia do país. Geralmente o valor é investido em caderneta de poupança ou utilizado para quitar dívidas pendentes. Há também aqueles que preferem utilizar o abono para fazer uma viagem, o que é uma ótima ideia para a economia das cidades visitadas e para o bem-estar do profissional.

Pasep

Os servidores públicos também têm direito ao abono salarial, neste caso é o Pasep. Ele segue as mesmas diretrizes do PIS, com apenas uma diferença: os servidores devem fazer o saque do benefício pelo Banco do Brasil Veja o calendário

. #Dinheiro #PIS 2017