Uma boa notícia saiu nesta segunda-feira (3). O calendário oficial de pagamentos do PIS e do Pasep foi divulgado no Diário Oficial da União. Milhões de trabalhadores têm direito ao benefício e aguardavam ansiosos a data em que o benefício seria liberado. Conforme o calendário, os nascidos de julho a dezembro receberão os valores ainda esse ano. Já as pessoas que nasceram entre janeiro e junho receberão no primeiro trimestre de 2018.

O PIS é pago para os funcionários de empresas privadas, e o Pasep, para funcionários e servidores públicos. Para ter direito a ambos é preciso que o trabalhador tenha recebido até dois salários mínimos mensais no ano de 2016, e que tenha trabalhado pelo período mínimo de um mês.

Publicidade
Publicidade

Desde o ano anterior, uma regra entrou em vigor. Ela estabelece o valor do pagamento conforme o tempo de serviço no ano base. Dessa forma somente quem trabalhou 12 meses terá direito a receber o valor total do salário mínimo, que atualmente é de R$ 937. Quem trabalhou menos recebe menos, na proporção de 1/12 avos para cada mês trabalhado. Veja abaixo o calendário do #PIS 2017:

O Calendário do Pasep 2017, ao contrário do PIS, não leva em conta a data de aniversário, mas, sim, o dígito final do úmero do benefício. O benefício do Pasep 2017 começa a ser pago para aqueles que a inscrição termina com 0. Veja a tabela abaixo.

Para quem deseja mais informações sobre o Pasep, basta ligar para o telefone 0800-729 00 01, do Banco do Brasil.

Para poder receber o PIS/Pasep 2017/2018 o trabalhador precisa que a empresa tenha informado corretamente todos os seus dados na Rais (Relação Anual de Informações Sociais).

Publicidade

Se houver qualquer erro que não tenha sido corrigido a tempo, o trabalhador pode ter dificuldades em sacar o benefício.

Conforme divulgado pelo Ministério do Trabalho, mais de 24 milhões de pessoas têm direito a receber o abono. Muitas pessoas desconhecem esse direito e deixam de sacar os valores. Referente ao benefício do ano base 2015, a última data de saque foi em 30 de junho passado.

Mesmo assim muitas pessoas, especificamente 1,6 milhão não retiraram o benefício e o governo decidiu reabrir o prazo, que será do dia 27 de julho a 28 de dezembro deste ano.

Os valores do PIS/Pasep podem ser usados da forma que o trabalhador decidir, pois o governo não exige comprovação dos gastos feitos com o benefício. Para muitos trabalhadores, é uma excelente oportunidade de pegar o dinheiro extra e quitar alguma dívida, pagar os documentos do carro ou fazer uma poupança. #Economia #Dicas